Os discursos do empreendedorismo na administração pública brasileira: análise crítica de uma experiência contemporânea

Josiel Lopes Valadares, Valderí de Castro Alcântara, Ana Alice Vilas Boas, Magnus Luiz Emmendoerfer

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo analisar os elementos da prática social presentes no discurso de incorporação do empreendedorismo na recente experiência do setor público de Minas Gerais, denominada Choque de Gestão. Para isso, selecionou-se um corpus oriundo de dados bibliográficos e documentais, o qual foi analisado mediante o enfoque teórico-metodológico da Análise de Discurso Crítica (ADC). Os resultados destacam o Choque de Gestão como elemento ideológico de legitimação da cultura do management no setor público por meio do discurso hegemônico neoliberal. Ao utilizar essa estratégia, a Administração Pública passa a ser permeada pela lógica do mercado (like a business), que a transforma em um ambiente de concorrência e busca por resultados, acarretando problemas típicos do modus operandi capitalista. Nesse sentido, por meio do choque, difunde-se a cultura do management, naturalizando os valores e as práticas do mundo dos negócios e legitimando discursivamente este modelo como opção necessária e viável (os ditos), ao mesmo tempo em que apaga as inconsistências, limitações e mazelas do processo (os silêncios). Neste artigo, questionamos esses caminhos e ressaltamos a importância dos processos de democratização pautados na cidadania, na participação e na deliberação.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1983465913412

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659