As implicações da capacitação nas crenças de autoeficácia de gestores técnico-administrativos de uma instituição federal de educação superior

Keliane de Oliveira Cavalcante, Anielson Barbosa da Silva

Resumo


O artigo objetiva analisar as implicações da capacitação nas crenças de autoeficácia de gestores técnico-administrativos de uma Instituição Federal de Ensino Superior (IFES). A pesquisa é de natureza qualitativa e foi realizada com 12 gestores, por meio de entrevistas semiestruturadas. A análise dos discursos revelou percepções dos sujeitos sobre as implicações da capacitação nas crenças de autoeficácia e no desenvolvimento de competências. Os resultados da pesquisa revelam a necessidade da IFES incluir nos processos de capacitação, além da noção de competências, uma análise das crenças dos gestores sobre suas capacidades, por meio da exploração do construto autoeficácia como determinante no planejamento das ações de desenvolvimento gerencial. Sobre os vínculos entre o nível de autoeficácia e a capacitação dos gestores, conclui-se que os gestores pesquisados geram um impacto positivo em seu trabalho em função de suas crenças de autoeficácia, uma vez que as experiências vividas contribuíram para dar mais segurança na realização das atividades e os ajudaram a lidar com as situações difíceis e os processos de solução de problemas.  Espera-se que o estudo auxilie na introdução da autoeficácia como um construto determinante na elaboração de programas de desenvolvimento gerencial.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1983465912499

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659