Uma abordagem para posicionamento e dimensionamento de estoques de couros aftermarket na cadeia de suprimentos

Daniel Pacheco Lacerda, Secundino Luis Henrique Corcini Neto

Abstract


A prática atual de gerenciamento de cadeias de abastecimento tende a forçar o encaminhamento de produtos para o varejo na cadeia de suprimentos. Esta atitude, por consequência, mantém os estoques o mais próximo possível do consumidor, contabilizando, para os fornecedores, vendas realizadas. Valendo-se dos princípios da Teoria das Restrições (TOC), para o gerenciamento de sistemas de distribuição, buscou-se definir o posicionamento e o local para manter os estoques, a fim de atender o mercado nacional de couros automotivos, denominado aftermarket. Este artigo, portanto, sugere a criação de estratégias e ações que possibilitem ofertar ao cliente os produtos desejados, na quantidade, no local e no tempo certo, evitando a falta do produto no ponto-de-venda.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198346591640



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659