ENTRELAÇAMENTOS ENTRE ESPIRITUALIDADE, RELIGIOSIDADE E CRENÇAS PESSOAIS NA DOENÇA RENAL CRÔNICA E NO TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS

Zulmira Newlands Borges

Resumo


Neste artigo, apresento dados e reflexões referentes a uma pequena parte de uma pesquisa realizada durante minha tese de doutorado, que tinha como objetivo entender a relação e a influência da religiosidade, da espiritualidade e de crenças pessoais na vida e na saúde de pessoas que sofriam de insuficiência renal crônica e ou que já haviam feito transplante renal. A pesquisa de campo foi feita em três hospitais-escola e foram realizadas aproximadamente 30 entrevistas formais. A questão religiosa foi tema de todos os encontros. É possível afirmar que existe uma grande heterogeneidade em termos de aspectos religiosos, não somente por ter entrevistado pessoas de várias religiões, mas também por ser muito diversa a relação que cada um estabelecia com a sua religião ou com seu modo de ser religioso. Entretanto foi possível destacar algumas formas mais recorrentes de relação com o sagrado que serão discutidas a seguir.

Palavras-chave


Representações sociais; Religiosidade e espiritualidade; Doença renal crônica.

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.