NARRATIVAS NAS DINÂMICAS DE POSICIONAMENTO E IDENTIDADE EM TRAJETÓRIAS PROFISSIONAIS EM TRANSIÇÃO

Autores

  • Thaís Lanutti Forcione Universidade de Brasília - UNB
  • Flávia Silva Neves Universidade Federal do Tocantins-UFT
  • Danilo Nogueira Prata Universidade de Brasília - UNB

DOI:

https://doi.org/10.5902/2317175864251

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar narrativas nas dinâmicas de produções de posicionamento e de identidade em atualizações de trajetórias profissionais. Foi realizado o recorte de 2 estudos sobre trajetória profissional em transição. Para a produção dos dados, em ambos os estudos, optamos pelo uso de multimétodos, havendo aproximação de campo com a Teoria Fundamentada. Realizamos recortes dos dados a fim de escolhermos apenas 1 participante de cada estudo. Os recortes produziram documento único, no qual aplicamos a análise dialógica temática. A narrativa permitiu identificar a dinâmica existente entre as identidades em processos de posicionamentos por meio do jogo de aproximação e distanciamento dos atos de identificação, a qual chamamos de irisação identitária. Os resultados sugerem que: a) o sistema de valores é a força motriz que atualiza os significados, é o que permite o arranjo e rearranjo das ações em busca da vivência do equilíbrio subjetivo entre lazer e trabalho, deslocando o sentido orientador das trajetórias das participantes do profissional para o pessoal (profissional-pessoal); e, b)Durante a trajetória profissional, houve situações que promoveram a atualização da carreira, gerando repercussões e reverberando em pontos de mudança e novos significados.

 

Palavras-chave: Narrativa; Posicionamento; Identidade; Valores; Trajetória profissional.

Biografia do Autor

Thaís Lanutti Forcione, Universidade de Brasília - UNB

Doutora e mestre do Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, do Instituto de Psicologia, pela Universidade de Brasília.

Flávia Silva Neves, Universidade Federal do Tocantins-UFT

Doutora em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde pela Universidade de Brasília - UnB. Mestre em Psicologia, com concentração em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Graduada e Licenciada em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Psicóloga da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Danilo Nogueira Prata, Universidade de Brasília - UNB

É professor substituto do Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento (PED/IP/UnB) e atua como Procurador Educacional Institucional no Decanato de Ensino de Graduação (DEG/UnB) como Técnico em Assuntos Educacionais. Possui formação de Psicólogo (2007) e Licenciatura Plena em Psicologia (2006) pelo Centro Universitário de Brasília, mestrado em Educação (2013) e doutorado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde pela Universidade de Brasília.

Referências

ABBEY, E.; VALSINER, J. Emergence of meanings through ambivalence. Forum: Qualitative Social Research, v. 6, n. 1, p 21-25, 2005. DOI: http://dx.doi.org/10.17169/fqs-6.1.515.

AUER, P. Introduction: John Gumperz’ approach to contextualization. In: AUER, P.; DI LUZIO, A. The contextualization of language. Amsterdam: John Benjamins,1992. p. 1-37.

AUER, P. Context and contextualization. In: VERSCHUEREN, J., Ostman, J. O.; Blommaert, J. Handbook of pragmatics. Amsterdam: Benjamins, 1995. p. 1-19.

AUER, P. From context to contextualization. Links & Letters, v. 3, p. 11-28, 1996.

BAKHTIN, M. The dialogic imagination: Four Essays (EMERSON, C.; Holquist, M. Trans.). Austin, TX: University of Texas Press, 1981.

BAKHTIN, M. A estética da criação verbal. São Paulo, Martins Fontes, 2000.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem: Problemas fundamentais do Método Sociológico na Ciência da Linguagem. v. 12. ed. São Paulo, Editora Hucitec, 2006.

BAMBERG, M. Stories: Big or small? Why do we care?. Narrative Inquiry, v.16, n. 1, p. 139-147, 2006.

BAMBERG, M. Narrative. In: JENSEN, K. B.; CRAIG, R. T. International encyclopedia of communication theory and philosophy. Tomson Reuters, Wiley-Blackwell, 2015.

BARBATO, S.; ALVES, P. P.; OLIVEIRA, V. M. Narrativas e dialogia em estudos qualitativos sobre a produção de si. Revista Valore, v. 5 (Edição Especial), p. 22-36, 2020.

BARBATO, S.; BERALDO, R.; FORCIONE, T. L. Mediações em contextos digitais na produção de identidade profissional. In: BORGES, F. T.; BARBATO, S. B.; SOBRINHO, A. B. F. Experiências inovadoras e identidade: formação de professores, transmídia e criatividade. Recife: Ed. UFPE, 2017. p. 35-50.

BARBATO, S.; MIETO, G. S. M.; ROSA, A. O. Estudo da produção de significados em interações: metodologias qualitativas. In: LOPES DE OLIVEIRA, M.C.S., CHAGAS-FERREIRA, J.; MIETO, G.S.M.; BERALDO, R.M.F. Desenvolvimento humano: Cultura e educação. São Paulo: Alínea. 2016. p. 89-113.

BARTLETT, J. Remembering. Amsterdam, John Benjamins, 1996.

BENGTSON, V.; BIBLARZ, T.; ROBERTS, R. How families still matter: A longitudinal study of youth in two generations. Cambridge, University Press, 2002.

BENJAMIN, W. Sobre o conceito da história. In: BENJAMIN, W., Magia e técnica, arte e política: Ensaios sobre literatura e história da cultura. 7. ed. São Paulo: Brasiliense. (original publicado em 1940), 1994[1940].

BERALDO, R. M. F. Dinâmicas de intersubjetividade em atividades colaborativas em contexto mediado por fórum online no ensino médio. Brasília, 2017a. Tese (Tese de Doutorado) - Universidade de Brasília.

BERALDO, R. M. F. Trajetória docente na transição e na apropriação de tecnologias digitais em práticas de ensino. Linhas Críticas, v. 51, p. 387-411, 2017b. DOI: http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/28458/20071

BILSKY, W.; SCHWARTZ, S. H. Values and personality. European Journal of Personality, v. 8, 163-181, 1994.

BORGES, F. T.; VERSUTI, A. C.. PIOVESAN, A. F. Lorqueando: A literatura como vivência estética de si e do outro na educação à distância. Revista Contrapontos - Eletrônica, v. 12, n. 3, p.341-349, 2012.

BRANCO, A. U. Crenças e práticas culturais: co-construção e ontogênese de valores sociais. Pro-Posições, v. 2, n.50, 2006.

BRANCO, A. U. Values and sociocultural practices: Pathways to moral development. In: VALSINER, J. The Oxford handbook of cultural psychology. New York: Oxford University Press, 2012. p. 109-132.

BRANCO, A. U. Values and their ways of guiding the psyche. In: VALSINER, J.; MARSICO, G.; CHAUDHARY, N.; SATO, T.; DAZZANI, V. Psychology as the Science of human being: the Yokohama Manifesto. Switzerland: Springer, 2015. p. 225-244.

BRESCÓ, I. L.; ROSA, A. Memory, history, and narrative: Shifts of meaning when (re)constructing the past. Europe's Journal of Psychology, v. 8, n. 2, p. 300-310. 2012. DOI: https://doi.org/10.5964/ejop.v8i2.460

BRUM, S.; BARBATO, S.; OLIVEIRA, V. M. Produção de significados sobre exclusão no ensino superior. Revista Valore, v.5 (Edição Especial), p. 125-141, 2020.

BRUNER, J. The narrative construction of reality. Critical Inquiry, v. 18, p. 1-21, 1991.

BRUNER, J. Atos de significação. Porto Alegre, Artes Médicas, 1997.

BRUNER, J. Fabricando histórias: Direito, literatura, vida. (Cássio, F. Trad). São Paulo, Letra e Voz, 2014.

CAIXETA, J, E.; BARBATO, S. Identidade feminina: Um conceito complexo. Paideia, v.14 n. 28, p. 211 -220, 2004.

CAIXETA, J. E. Guardiãs da memória: Tecendo significações sobre si, suas fotografias e seus objetos. Brasília, 2006. Tese (Tese de doutorado não publicada) - Universidade de Brasília.

CAPRANA, G. V.; SCHWARTZ, S.; CAPANNA, C.. VECCHIONE, M.; BARBARANELLI, C. Personality and politics: values, traits, and political choice. Political Psychology, v. 27, p. 1-29, 2006.

CARLUCCI, A. P. A relação trabalho-escola na narrativa de jovens: Um estudo sobre significados e posicionamentos na transição para a vida adulta. Brasília, 2008. Tese (Dissertação de mestrado) - Universidade de Brasília.

CASTRO, J.; ROSA, A. Psychology within time: theorising about the making of sociocultural psychology. In: VALSINER, J.; ROSA, A. The Cambridge Handbook of social-cultural psychology. New York: Cambridge University Press, 2007. p. 66-81.

DE FINA, A.; GEORGAKOPOULOU, A. Analyzing narrative. discourse and sociolinguistic perspectives. Cambridge University Press, 2012.

DE FINA, A.; GEORGAKOPOULOU, A. Handbook of narrative analysis. Malden, MA, Wiley, 2015.

DENZIN, N. K.; LINCOLN Y. S. Introduction: The discipline as a practice of qualitative research. In: DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y.S. The landscape of qualitative research – Theories and issues. 2. ed. Thousand Oaks: Sage, 2003. p. 1-45.

DUARTE, M. E.; LASSANCE, M. C.; SAVICKAS, M. L.; NOTA, L.; DAUWALDER, J. R.; SORESI, J. G. S.; VAN VIANEN, A. E. M. A construção da vida: um novo paradigma para entender a carreira no século XXI. Interamerican Journal of Psychology, v. 44, n. 2, p. 392-406, 2009.

DYER, J.; KELLER-COHEN, D. The discursive construction of professional self through narratives of personal experience. Discourse Studies, v.2, n. 3, p. 283-304, 2000. DOI: https://doi.org/10.1177/1461445600002003002

ELER, G. Furta-Cor (ou a inesperada virtude da iridescência). Claro!, 2015. Disponível em http://www.usp.br/claro/index.php/tag/furta-cor/

ELLSWORTH, P.C.; SCHERER, K.R. Appraisal Processes in Emotion. In: DAVIDSON, R. J.; GOLDSMITH, H.; SCHERER, K.R. Handbook of the Affective Sciences. New York and Oxford: Oxford University Press, 2003. p. 572-595.

FERREIRA, A. S. Mudanças de contexto e negociações de identidades em sala de aula. Revista EIXO, v.3, n.2, p. 82-90, 2014.

FIORINI, M. C.; BARDAGI, M. P.; SILVA, N. Adaptabilidade de carreira: Paradigmas do conceito no mundo do trabalho contemporâneo. Psicologia: Organizações e Trabalho, v. 16, n. 3, p. 236-247, 2016. DOI: 10.17652/rpot/2016.3.67

FORCIONE, T. L. Produção de significados sobre formação profissional continuada na organização na perspectiva dos profissionais. Brasília, 2013. Tese (Dissertação de mestrado) - Universidade de Brasília.

FORCIONE, T. L. Produção de significados: Significados produzidos por profissionais sobre a formação continuada utilizando a EaD. Verlag, Novas Edições Acadêmicas, 2016.

FORCIONE, T. L. Dinâmicas de identificação na trajetória profissional em transição. Brasília, 2018. Tese (Tese de doutorado) - Universidade de Brasília.

FORCIONE, T. L.; BARBATO, S. Posicionamentos em formação profissional continuada: um estudo multimétodo longitudinal. Linhas Críticas, v. 23, n. 51, p. 351-368, 2017. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/28456/20069

FORCIONE, T. L.; CARVALHO, A. B.; NASCIMENTO, M. S.; MARTINS, G. P. Tecnologias no ensino como forma de aprendizagem, formação e desenvolvimento profissional. In: CONGRESSO INTERNACIONAL TIC E EDUCAÇÃO, II, Lisboa, 2012. Anais.

FORCIONE, T. L.; MACIOSKI, G. O.; DOURADO, C. D. DE B. A universidade corporativa na formação profissional: Um estudo sobre os fatores motivacionais entre colaboradores de uma instituição financeira. In: ENCONTRO NACIONAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, XXVIII, Enangrad, 2017. Anais. Disponível em www.enangrad.org.br/pdf/2017_ENANGRAD489.pdf

FORCIONE, T. L.; MANFRIM, L. R.; DOURADO, C. D. DE B. Desenvolvimento de competências empreendedoras em programas lato sensu: um relato de experiência. In: CARDOSO, G. F.; AZEVEDO, S. B. Educação empreendedora no Distrito Federal: experiências e descobertas de professores, estudantes e empreendedores do ensino superior. São Paulo: Cruzeiro do Sul Educacional, 2018. p. 151-165. ISBN: 978-85-88285-65-1 (e-book).

GIDDENS, A.; BECK, U.; LASH, S. Modernização reflexiva: Política, tradição e estética na ordem social moderna. São Paulo, UNESP, 1997.

GOFFMAN, E. A Situação negligenciada. (Garcez, P.M. Trad.). In: RIBEIRO, B.; GARCEZ, P. M. Sociolinguística interacional. São Paulo: Loyola, 2002.

GOIS, D. N. DOS S. Produção da identidade docente e profissional na educação de jovens e adultos. Brasília, 2017. Tese (Dissertação de mestrado) - Universidade de Brasília.

GOULART, J. O. Teletrabalho-Alternativa de Trabalho Flexível. Senac, 2009.

GUMPERZ, J. Discourse strategies. Cambridge, Cambridge University Press, 1982.

HARRÉ, R.; GILLETT, G. The discursive mind. London, Sage, 1994.

HARRÉ, R.; VAN LANGENHOVE, L. The dynamics of social episodes. In: VAN LANGENHOVE, L.; HARRÉ, R. Positioning theory: Moral contexts of intentional action. Oxford: Blackwell, 1999. p. 1-14.

HARRÉ, R.; MOGHADDAM, F. M.; CAIRNIE, T. P.; ROTHBART, D.; SABAT, S. R. Recent Advances in Positioning Theory. Theory Psychology, v.19, n. 5, 2009.

HEINZ, W. R. Transition discontinuities and the biographical shaping of early work careers. Journal of Vocational Behavior, v. 60, n.2, p. 220-240, 2002. DOI:10.1006/jvbe.2001. https://doi.org/10.1006/jvbe.2001.1865

HERMANS, H. The dialogical self: Toward a theory of personal and cultural positioning. Culture & Psychology, v. 7, n. 3, p. 243-281, 2001.

HERMANS, H. J. M.; OLES, P. K. The personal meaning of values in a rapid changing society. The Journal of Social Psychology, v. 134, p. 569-579, 1993.

KALLEBERG, A. L.; RESKIN, B. F.; HUDSON, K. Bad jobs in America: Standard and nonstandard employment relations and job quality in the United States. American Sociological Review, v. 65, n.2, p.256-278, 2000.

LABOV, W. The transformation of experience in narrative syntax. In: WILLIAM, L. Language in the inner city. Philadelphia: University of Pennsylvannia Press, 1972.

LACOMBE, F. Recursos humanos: Princípios e tendências. 2. ed. São Paulo, Saraiva, 2011.

LINELL, P. What is dialogism? : aspects and elements of a dialogical approach to language, communication and cognition. Lecture at Växjö University at Oct. 2000. Disponível em: http://www.umass.edu/accela/llc/794d/word/ Linell%20Per%20what%20is%20dialogism.rtf. Acesso em: 25 maio 2020.

MIETO, G. DE M.; BARBATO, S.; ROSA, A. Professores em transição: produção de significados em atuação inicial na inclusão escolar. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 32, n. esp., p. 1-10, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-3772e32ne29

MORAIS, M. DE O.; PEREIRA, M. L. C.; ARAÚJO, E. A. Proposta de modelo para a elaboração da capacidade da inovação. Braz. J. of Develop. v. 6, n. 3, p. 14451-14466, 2020. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n3-350

MOUTINHO, K.; MEIRA, L.; DE CONTI, L. Desenvolvimento e construção narrativa de sentidos de identidade. In: MOUTINHO, K.; VILLACHAN-LYRA, P.; SANTA-CLARA, A. Novas tendências em Psicologia do Desenvolvimento: Teoria, pesquisa e intervenção. Recife: Editora da Universidade Federal de Pernambuco, 2013. p. 133-158.

NEVES, F. S. Nomadismo digital: produção de significados em trabalhos móveis mediados por tecnologias digitais. Brasília, 2020. Tese (Tese de doutorado) - Universidade de Brasília.

OLIVEIRA, Z. M.; GUANAES, C.; COSTA, N. R. A. Discutindo o conceito de “jogos de papéis”: Uma interface com a “teoria do posicionamento”. In: ROSSETTI-FERREIRA, M. C.; AMORIM, K.S.; SILVA, A. P. S.; CARVALHO, A. M. A. Redes de significações e o estudo do desenvolvimento humano. Porto Alegre: Artmed, 2004.

PIOVESAN, A.; BORGES, F. A construção da identidade docente na educação a distância a partir do uso de tecnologias para a criação de vídeos. Interfaces Científicas – Educação, v. 1, n. 1, p. 33-41, 2012. DOI: http://dx.doi.org/10.17564/2316-3828.2012v1n1p33-41

POLKINGHORNE, D. E. Narrative Knowing and the Human Science. State University of New York Press, Albany, 1988.

PRATA, D. N. Interações de estudantes em formação docente mediada por atividades em ambientes virtuais. Brasília, 2019. Tese (Doutorado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília.

PRATA, D. N.; BARBATO, S. 2018. Produção de Identidade de Estudantes Universitários em Interações Mediadas por Ambientes Virtuais. In: CIET:EnPED, S.l., São Carlos/SP, maio 2018. Anais. ISSN 2316-8722. Disponível em: <https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2018/article/view/677>. Acesso em: 03 jun. 2020.

RIBEIRO, M. O.; OLIVEIRA, V. M. de. Relação si mesmo e posicionamento na narrativa de universitários com necessidades educacionais específicas. Revista Valore, [S.l.], v. 5, p. 110-124, jan. 2020. ISSN 2526-043X. Disponível em: <https://revistavalore.emnuvens.com.br/valore/article/view/405>. Acesso em: 25 out. 2020. doi:https://doi.org/10.22408/reva502020405110-124.

RIESSMAN, C. K. Narrative Methods for the Human Sciences. CA, USA: SAGE Publications, 2008.

RIVA, G.; GALIMBERTI, C. Virtual communication: Social interaction and identity in an electronic environment. In: RIVA, G., & Galimberti, C. Communication through virtual technology: Identity, community and technology in the internet age. IOS Press, Amsterdam, 2001. p. 23-46.

ROSA, A.; GONZÁLEZ, M. F.; BARBATO, S. Construyendo narraciones para dar sentido a experiencias vividas. Un estudio sobre las relaciones entre la forma de las narraciones y el posicionamiento personal. Estudios de Psicología, v.30, n. 2, p. 231-259, 2009.

SAVAGE, D. Iridescent Glory of Nearby Planetary Nebula Showcased. [Realise], Nasa, 2003. Disponível em: https://www.nasa.gov/home/hqnews/2003/may/HQ_news_03162.html

SAVICKAS, M. L. The theory and practice of career construction. In: BROWN, S.D.; LENT, R. W. Career development and counseling: Putting theory and research to work. New York: John Wiley, 2005. p. 42-70.

SAVICKAS, M. L.; NOTA, L., ROSSIER, J.; DAUWALDER, J-P.; DUARTE, M. E.; GUICHARD, J.; SORESI, S.; …, VAN VIANEN, A. E. M. Life Designing: A Paradigm for Career Construction in the 21st Century. Journal of Vocational Behavior, v. 75, n. 3, p. 239-250, 2009. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jvb.2009.04.004

SOUSA, M. DO A.; CAIXETA, J. E.; SANTOS, P, F. A metodologia qualitativa no delineamento de atuações pedagógicas inclusivas. CIAIQ, v.1, p. 1034-1043, 2016.

SOUZA, F. R. Compensação e emoções de pessoas com deficiência intelectual em posições socialmente valorizadas. Brasília, 2019. Tese (Doutorado em Psicologia) – Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília.

STRAUSS, A.; CORBIN, J. Pesquisa qualitativa: Técnicas e procedimentos para o desenvolvimento de Teoria Fundamentada. 2. ed. Porto Alegre, Artmed, 2008.

VIEIRA, A. G.; HENRIQUE, M. R. A construção narrativa da identidade. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 27, n. 1, p. 163-170, 2014.

VOLOSHINOV, V. N. Marxismo e filosofia da linguagem. (M. L & Y. F. Vieira). São Paulo, Hucitec, 1991.

YOSHIOKA, S.; KINOSHITA, S. Structural color of peacock feathers. In: KINOSHITA, S.; YOSHIOKA, S. Structural colors in biological systems: Principles and applications. Osaka: Osaka University Press, 2005. p. 195-203.

ZITTOUN, T.; MIRZA, N. M.; PERRET-CLERMONT, A. Quando a cultura é considerada nas pesquisas em psicologia do desenvolvimento. Educar, v. 30, p. 65-76, 2007.

Downloads

Publicado

2021-10-21

Como Citar

Forcione, T. L., Neves, F. S., & Prata, D. N. (2021). NARRATIVAS NAS DINÂMICAS DE POSICIONAMENTO E IDENTIDADE EM TRAJETÓRIAS PROFISSIONAIS EM TRANSIÇÃO. Revista Sociais E Humanas, 34(2). https://doi.org/10.5902/2317175864251

Edição

Seção

Artigos Livres