NARRATIVAS SOBRE ATENÇÃO PSICOLÓGICA E HUMANIZAÇÃO DO PARTO E NASCIMENTO

Autores

  • Cíntia Souza de Abreu Pontifícia Universidade Católica-PUC-Campinas
  • Fernanda Cândido Magalhães Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Cuiabá
  • Pâmela Thais Delmondes Universidade Federal do Mato Grosso - UFMT

DOI:

https://doi.org/10.5902/2317175864240

Resumo

Este estudo discorre sobre Grupo e o Plantão Psicológico como possibilidade de promoção à saúde da gestante. Para tal, buscou compreender a vivência das gestantes assistidas durante o pré-natal pelo Grupo Psicoeducativo centrado na gestante e Plantão Psicológico. É um estudo experiencial de natureza qualitativa, caracterizado como psicológico fenomenológico. Participaram desta pesquisa cinco mulheres grávidas que experienciaram atenção psicológica mediante encontros grupais e plantão psicológico. Todos os encontros em grupo foram filmados, os Plantões gravados, posteriormente transcritos e compreendidos fenomenologicamente, discutidas as vivências e sentidos das experiências das gestantes a luz da Abordagem Centrada na Pessoa. Os resultados apontaram a vivência do grupo como uma atenção e cuidado importantes para o momento do parto, espaço de troca de experiência e rede de apoio. O plantão se configurou com espaço que oportuniza o cuidado com a mulher para além das questões gestacionais, fomentando o mergulho nas questões subjetivas e reorganização.

 

Palavras-chave: Narrativas; Gestantes; Grupo; Plantão psicológico; Abordagem centrada na pessoa.

Referências

ANDRADE, Celana Cardoso; HOLANDA, Adriano Furtado. Apontamentos sobre pesquisa qualitativa e pesquisa empírico-fenomenológica. Estud. psicol. (Campinas), Campinas, v. 27, n. 2, p. 259-268, junho de 2010. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2010000200013&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 14 de junho de 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2010000200013.

AMATUZZI, Mauro Martins. A subjetividade e sua pesquisa. Memorandum, 2006. Disponível em: <http://www.fafich.ufmg.br/~memorandum/a10/amatuzzi03.pdf>. Acesso em: 15 mar. 2019.

AMATUZZI, Mauro Martins. Psicologia fenomenológica: uma aproximação teórica humanista. Estudos de Psicologia, v. 26, 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/estpsi/v26n1/a10v26n1.pdf>. Acesso em: 20 fev. 2019.

AMATUZZI, Mauro Martins. Humanismo e Psicologia. In: AMATUZZI, M. M. Por uma Psicologia Humana. Campinas, São Paulo: Ed. Alínea, 2010.

AMORIM, Fázia Beatriz Torres; ANDRADE, Andréa Batista de; BRANCO, Paulo Coelho Castelo. Plantão psicológico como estratégia de clínica ampliada na atenção básica em saúde. Contextos Clínic, São Leopoldo, v. 8, n. 2, p. 141-152, dez. 2015. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-34822015000200004&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 14 jun. 2020. http://dx.doi.org/10.4013/ctc.2015.82.03.

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas. Magia e técnica, arte e política. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BORTOLETTI, Fátima Ferreira. Psicodinâmica do ciclo gravídico puerperal. In: BORTOLETTI, Fátima Ferreira e colab. Psicologia na prática obstétrica: Abordagem Interdisciplinar. 1. ed. São Paulo: Manole Ltda, 2007. cap. 3, p.22-31.

BRASIL. Ministério da Saúde. Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada à mulher. Secretaria de Políticas de Saúde, Área Técnica da Mulher. – Brasília: Ministério da Saúde, 2001. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd0413.pdf. Acesso em 30 de set. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Humaniza-SUS: Política Nacional de Humanização: a humanização como eixo norteador das práticas de atenção e gestão em todas as instâncias do SUS. Brasília, 2004. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_2004.pdf. Acesso em 19 de maio de 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Pré-natal e Puerpério: atenção qualificada e humanizada. Brasília, 2005. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_pre_natal_puerperio_3ed.pdf. Acesso em 14 de maio de 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gestação de alto risco: manual técnico. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – 5. ed. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde. 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde; secretaria executiva. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Brasília, 2012. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cadernos_atencao_basica_32_prenatal.pdf>. Acesso em 1 abr. 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização – HumanizaSUS. 22 de out de 2015. Disponível em:<http://portalms.saude.gov.br/acoes-e-programas/politica-nacional-de-saude-bucal/publicacoes/693-acoes-e-programas/40038-humanizasus>. Acesso em 19 de maio de 2019.

BRASIL. Ministério da saúde. Nota técnica 01/2017. Atenção ao pré-natal na atenção básica. Seção da saúde da mulher. Porto Alegre,2017. p.1-6.

CURY, Vera Engler. Psicólogos de plantão... In: MAHFOUD Miguel. Plantão psicológico: Novos horizontes. São Paulo, SP: Companhia Ilimitada, 1999, p. 135-138.

DUTRA, Elza. Uma narrativa como uma técnica de pesquisa fenomenológica. Estud. psicol. Natal, v. 7, n. 2, p. 371-378, julho de 2002. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2002000200018&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 11 de junho de 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2002000200018.

LEMES, Carina Belomé; NETO, Jorge Ondere. Aplicações da psicoeducação no contexto da saúde. Temas em Psicologia, v. 25, n. 1, p. 17–28, 2017. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tp/v25n1/v25n1a02.pdf>. Acesso em: 27 maio. 2019.

MALDONADO, Maria Tereza. Psicologia da Gravidez: Gestando Pessoas para uma Sociedade Melhor. São Paulo: Ideias e Letras, 2017.

MAHFOUD, Miguel. Desafios sempre renovados: Plantão Psicológico. In: TASSINARI, Marcia. A; CORDEIRO, P.S; DURANGE, W. T. Revisitando o plantão psicológico centrado na pessoa. 1.ed. Curitiba: CRV, 2013, p.33-50.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Declaração da OMS sobre taxas de cesárea. Genebra, 2015. Disponível em <https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/161442/WHO_RHR_15.02_por.pdf?sequence=3>. Acesso em 19 de maio de 2019.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Recomendações da OMS sobre cuidados pré-natais para uma experiência positiva na gravidez. Geneva: World Health Organization; 2016. Disponível em:https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/250800/WHO-RHR-16.12-por.pdf?sequence=2. Acesso em 27 de maio de 2019.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE. Recomendações da OMS sobre atendimento pré-natal para uma experiência gestacional positiva: Resumo. Geneva: World Health Organization; 2018. Disponível em:https://www.mcsprogram.org/wp-content/uploads/2018/07/ANCOverviewBrieferA4PG.pdf. Acesso em 27 de maio de 2019.

PALMIERI, Tatiana Hoffmann; CURY, Vera Engler. Plantão psicológico em Hospital Geral: um estudo fenomenológico. Psicol. Reflex. Crit., Porto Alegre, v. 20, n. 3, p. 472-479, 2007. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722007000300015&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 14 de junho de 2020. https://doi.org/10.1590/S0102-79722007000300015.

ROSENBERG, Rachel Lea. Aconselhamento psicológico centrado na pessoa. EPU. São Paulo, 1987.

ROGERS, Carl Ransom. As relações humanas. In: Rogers, Carl. Kinget, M. Psicoterapia e Relações Humanas: Teoria e prática da terapia não diretiva. Belo Horizonte: Interlivros, Vol. 1, 1977. cap. XI.

ROGERS, Carl Ransom. Um Jeito de Ser. Tradução de Cristina Machado Kupfer, Heloísa Lebrão, Yone Souza Patto. São Paulo: Pedagógica e Universitária Lida, 1987.

ROGERS, Carl Ransom. Grupos de encontro. 8. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

SARAIVA. S. Nascer, Viver, Morrer: Uma visão transcendental. In: BORTOLETTI, Fátima Ferreira. Psicologia na prática obstétrica: Abordagem Interdisciplinar. 1. ed. São Paulo, 2007.

SOUZA, Graziela Gomide; CURY, Vera Engler. A experiência de estudantes sobre a atenção psicológica disponibilizada na universidade: um estudo fenomenológico. Memorandum, v. 28, 2015, p. 221-239. Disponível em < http://www.fafich.ufmg.br/memorandum/wp-content/uploads/2015/05/souzacury01.pdf> acesso em 11 de junho de 2020.

TASSINARI, Márcia Alves. A Clínica da Urgência Psicológica: Contribuições da Abordagem Centrada na Pessoa. 2003. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Psicologia. Rio de Janeiro, 2003.

WOOD, John Keith. Abordagem Centrada na Pessoa. 3d. Espírito Santo: Fundação Ceciliano Abel de Almeida, 1997.

Downloads

Publicado

2021-10-21

Como Citar

Abreu, C. S. de, Magalhães, F. C., & Delmondes, P. T. (2021). NARRATIVAS SOBRE ATENÇÃO PSICOLÓGICA E HUMANIZAÇÃO DO PARTO E NASCIMENTO. Revista Sociais E Humanas, 34(2). https://doi.org/10.5902/2317175864240

Edição

Seção

Artigos Livres