A VEZ DA LOUCURA: A PARTICIPAÇÃO DE PESSOAS COM TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS NOS ESPAÇOS PÚBLICOS DE DEBATE SOBRE AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE MENTAL

Vinícius Rauber e Souza

Resumo


Este trabalho é resultado da análise realizada nos encontros estaduais de saúde mental no Rio Grande do Sul ocorridos em 2009. A pesquisa teve como objetivos identificar a participação dos usuários dos serviços de saúde mental (os pacientes psiquiátricos) do SUS (Sistema Único de Saúde) nos debates nos espaços públicos do campo da saúde mental no estado. Também visa analisar seus propósitos, relações, alianças e conflitos, situando-os na distribuição global de poder e examinando sua participação na discussão de políticas públicas em saúde mental. Para isso, foi feita a observação in loco dos encontros estaduais de saúde mental em 2009. Também foram obtidos dados em conversas informais e pela pesquisa documental, em diversas fontes. Concluímos que os usuários possuem espaços para manifestação, agindo ativamente na área de saúde mental no Rio Grande do Sul, mas estes espaços são ainda restritos, menos importantes em relação ao destinado a outros grupos.


Palavras-chave


Reforma psiquiátrica; Saúde mental; Políticas públicas.

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.