CONDIÇÕES SOCIAIS PARA A FORMAÇÃO DO CONHECIMENTO: COMO COMPREENDER O “FA ZER CIENTÍFICO”: CONSIDERAÇÕES SOBRE A POSIÇÃO EPISTEMOLÓGICA DE PIERRE BOURDIEU E JÜRGEN HABERMAS

Daniela Dias Kuhn

Resumo


RESUMO: O presente trabalho discute “o fazer científico” da Sociologia, indicando algumas modificações importantes na forma de construção do conhecimento. Neste sentido, são apresentadas percepções de dois pesquisadores (Bourdieu e Habermas) que partindo de bases epistemológicas diferentes, indicam que é preciso desacomodar os pesquisadores sociais da sua posição supostamente neutra em relação à produção do conhecimento.

Palavras-chave


Formação do Conhecimento; Bourdieu; Habermas

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.