INVASORES, OCUPANTES, MORADORES: Uma fotoetnografia da Cooperativa 2 de Junho em Porto Alegre.

renata domingues stoduto

Resumo


O projeto fotográfico documental Cooperativa 2 de Junho busca dar rostos às famílias de moradores do prédio de mesmo nome no centro de Porto Alegre e acompanhá-los na luta pela legalização de suas moradias e por seus direitos básicos. Essa luta passa tanto pelo reconhecimento destas famílias como moradores e não invasores e/ou ocupantes, como pelas reformas necessárias para garantir a qualidade de vida e a segurança dos que habitam o local. Para tanto é preciso desmistificar o imaginário que cerca as ocupações e estas famílias que estão na fronteira do sistema habitacional legalizado.  Dessa forma, este projeto não pretende elucidar as questões que envolvem todo um sistema muito mais complexo do que as ocupações em si, somente busca mostrar quem são estas famílias, conhecer o outro e transformá-lo em nós mesmos.


Palavras-chave


Ocupação, etnografia, fotografia

Texto completo:

PDF

Referências


GOFFMAN, E. O eu e seu outro. In: ___ Estigma. Rio de Janeiro: LCT, 2017.p.137 – 150

GOFFMAN, E. A Representação do Eu na vida cotidiana. Petrópolis, Vozes, 1985.

LOTMAN; USPENSKII. Investigaciones semióticas. Entretexto. N.10. Granada, nov, 2007.

SILVA, Marcelo Kunrath. Ocupar! Jornal da Universidade. Ano XXI. Número 213, p.16. Porto Alegre, junho de 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2317175833957

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.