“PAPÉIS” DE GÊNERO, HOMOSSEXUALIDADE E ESCOLA: POSSÍVEIS DIÁLOGOS ENTRE EDUCAÇÃO E ESTUDOS DE GÊNERO

Diego de Medeiros Pereira, Luiz Henrique Casett Horn

Resumo


O presente texto trata de uma breve discussão sobre os papéis sociais atribuídos aos sujeitos a partir de seu sexo biológico e de como essa construção sociocultural define normas de conduta moral e comportamental – heteronorma – desqualificando sujeitos que a ela não se adequam. A partir dessa afirmação, apresenta-se a figura do “inadaptado”, termo defendido por Mead (2009) e com o qual se relaciona a homossexualidade. A escola é defendida como espaço no qual as questões de gênero devam ser debatidas, respeitando a diversidade, e não apenas como reprodutora de valores construídos pela sociedade.


Palavras-chave


Gênero; Homossexualidade; Escola

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2317175827623



 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.