CORPO E ENVELHECIMENTO FEMININOS: HERANÇA DO PATRIARCADO?

Marcia Regina Medeiros Veiga

Resumo


Este artigo busca a contextualização das discussões sobre corpo, gênero e envelhecimento, tendo como base as teorias feministas sobre patriarcado em uma intersecção com as categorias classe social e distinção social, desenvolvidas, respectivamente, por Marx e Bourdieu. As questões aqui propostas fazem parte de uma pesquisa sobre os significados atribuídos às transformações corporais, saúde e sexualidade de mulheres maduras, cujo objetivo principal é compreender como se dá a construção de uma feminilidade na maturidade. A pesquisa têm se desenvolvido a partir da observação em uma academia de ginástica e com entrevistas em profundidade com mulheres que se auto-definem como estando na maturidade. Os dados obtidos até o momento permitem afirmar que o corpo aparece como uma categoria central e como elemento catalizador das tensões entre as dimensões de saúde e sexualidade.



Palavras-chave


Patriarcado; Corpo; Envelhecimento

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.