QUALIDADE DA DEMOCRACIA E INTERESSE POPULAR POR SINDICATOS E GREVES - UM ESTUDO COMPARADO DE 114 PAÍSES (2004-2014)

Thiago Perez Bernardes de Moraes, Romer Mottinha Santos

Resumo


Historicamente os sindicatos representam um importante meio para a representação dos trabalhadores e para a consolidação da democracia. Mas será que, ele ainda é representativo num cenário de constante tendência de perda de densidade? Para responder essa pergunta traçamos duas hipóteses: 1)nos países onde o interesse popular por sindicatos e greves é mais alto, é maior a qualidade da democracia. 2)Separadamente, onde o interesse sindicatos é mais alto, é maior a qualidade da democracia mas o mesmo não deve se repetir com localidades onde é maior o interesse por greves. Ao compararmos a média total quanto à distribuição geográfica do interesse por greves e sindicatos, constatamos uma significativa correlação (p=: 0.036; r=0.197) que indica que o interesse por sindicatos é maior em países mais democráticos. Todavia, compararmos separadamente a distribuição do interesse por greves e sindicatos com a qualidade da democracia, constata-se que em relação ao primeiro á uma forte correlação (p=0.010; r=0.242), mas o mesmo não se repete em relação ao segundo (p=0.511; r=0.062). Isso quer dizer que, o interesse por greves nos países mais democráticos é baixo, mas o interesse por sindicatos é alto.


Palavras-chave


Sindicatos; Greve; Democracia; Google Trends

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2317175814139



 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.