A República Rio-Grandense e a Formação do Estado Nacional: uma Análise Teórica

Simone Mariaza Zago

Resumo


A formação do Estado da República Rio-Grandense, através do seu modelo político adotado no Projeto Constitucionalista de 1843, foi o resultado da convergência de várias ideologias de cunho liberal sem, contudo, alterar o status quo social, ou alterar as relações patrimoniais de poder. No entanto, deixou um importante legado sobre direito público e propaganda republicana para a Proclamação da Republica do Brasil em 1889.


Palavras-chave


Liberalismo; Democracia; República; Federalismo; Cidadania

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.