Repensando o Passado Escravista no RS: entre a História Social e a Nova História Cultural

Maria Angélica Zubaran

Resumo


O artigo propõe uma breve reflexão sobre as transformações da historiografia da escravidão e abolição no Brasil nos últimos trinta anos entre 1960 e 1990. Examina a abordagem sociológica predominante na história social da escravidão brasileira nos anos sessenta, discute os enfoques que marcaram a produção historiográfica dos anos setenta e analisa as aproximações entre a história social e as diversas abordagens culturais na década de oitenta e noventa. Finalmente, historiciza alguns aspectos teóricos abordados a partir de evidências empíricas sobre as políticas de liberdade de escravos e libertos no Rio Grande do Sul no final do século XIX.


Palavras-chave


Historiografia, História Social; História Cultural

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.