Da Disciplina ao Controle: Contribuições de Focault e Deleuze para Pensar o Trabalho na Contemporaneidade

Daniela Alves de Alves, Luiz Felipe Rocha Benites

Resumo


Este artigo propõe fazer uma interlocução entre algumas teorias que dão conta das configurações de poder na sociedade contemporânea bem como articulá-las com as transformações mais recentes no mundo do trabalho. Parte da vigência da sociedade disciplinar, explorada por Michel Focault e direciona-se à passagem histórica para a sociedade de controle, apontada timidamente por Focault e desenvolvida por Gilles Deleuze e Michael Hardt. Quanto ao trabalho na sociedade contemporânea, aponta as transformações tanto em termos tecnológicos e organizacionais, quanto no que diz respeito à expansão do chamado “trabalho imaterial”, teorizado por Negri e Hardt. Por último, este texto propõe a articulação entre o controle ilimitado e contínuo e a expansão de novas ocupações e de novas modalidades de organização do trabalho.

 


Palavras-chave


Sociedade disciplinar; Sociedade de controle; Trabalho imaterial; Transformações no trabalho

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.