A Ação Política Do Partido Dos Trabalhadores E A Busca Por Equilíbrio

Ana Lúcia Aguiar Melo

Resumo


Este estudo trata do exame e da qualificação da elite parlamentar de esquerda, representada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados. O levantamento do perfil político e sócio-econômico da bancada petista envolveu o exame das quatro legislaturas em que o PT tomou assento no legislativo federal, 1983, 1987, 1991, 1995. O estudo analítico-interpretativo foi realizado através do levantamento do repertório biográfico de todos os parlamentares do PT na Câmara dos Deputados, bem como da avaliação à consulta aos deputados da atual legislatura que responderam ao questionário que versa sobre a trajetória política destes antes do Pt e após sua adesão ao partido; sobre a definição de seu eleitorado e a participação dos parlamentares petistas na política foi construída praticamente através do PT, desde sua fundação, em 1980, onde 83,4% destes fizeram sua adesão, oriundos principalmente do movimento sindical (57,79%) e dos setores secundário e terciário da economia brasileira, respectivamente. Os parlamentares petistas federais também objetivam sua participação política através do processo eleitoral, pois 54,1% objetivaram um ou mais mandatos legislativos anteriores e preferem ouvir suas bases eleitorais do que participarem das tendências internas.


Palavras-chave


Política, Trabalhadores, Tendências

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.