A Filosofia de Vida de Wilhelm Dilthey

Ricardo Bins di Napoli

Resumo


Este artigo trata do conceito de filosofia de Wilhelm Dilthey, enquanto filosofia da vida. A partir do exame do ensaio do autor A essência da filosofia, publicado em 1907, e de outros textos procurou-se chegar as principais determinações do conceito, com a intenção de se fazer uma análise imanente e não comparativa o que demandaria um trabalho mais amplo. Concluiu-se que para Dilthey, a filosofia da vida é uma reflexão teórico e prática, uma forma de práxis cotidiana, uma atividade flutuante do pensar filosófico livre, uma atividade próxima da poesia e da ensaística, um confronto do pensar com o enigma do mundo e da vida, é uma experiência da vida não dilacerada, é também uma crítica da metafísica e uma hermenêutica da vida.  


Palavras-chave


Filosofia de vida; Wilhelm Dilthey;Reflexão; Crítica da metafísica; Filosofia flutuante; Enigma do mundo e da vida; Hermenêutica da vida

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.