VIABILIDADE FINANCEIRA DO TOMATE CONVENCIONAL E ORGÂNICO NO ESTADO DO CEARÁ

Kaliny Kélvia Pessoa Siqueira Lima, Kilmer Coelho Campos

Resumo


O tomate é a segunda hortaliça mais importante do Brasil, perdendo apenas para a batata.O estudo teve como objetivo geral comparar aviabilidade financeira do tomate produzido por produtores convencionais eprodutores orgânicos na microrregião da Ibiapaba no estado do Ceará.Especificamente, objetivou-se estimar as receitas e custos operacionais da produçãode tomate e analisar a rentabilidade obtida pelos produtores naatividade. Osdados coletados correspondem aos períodos de 2011 e 2012. A pesquisa foirealizada com seis produtores de tomate orgânico e cinco produtores de tomateconvencional. Os investimentos totais mostram que os custos para instalação eprodução do tomate orgânico são mais altos do que para o tomate tradicional.Logo, o tomate tradicional mostrou maior viabilidade financeira do que o tomateorgânico, segundo as taxas de atratividade do capital utilizadas no estudo.

Palavras-chave


Análise de investimentos; Indicadores financeiros; Serra da Ibiapaba-Ceará

Texto completo:

PDF




 

Revista Sociais e Humanas (ISSN online 2317-1758)

Universidade Federal de Santa Maria | Centro de Ciências Sociais e Humanas

Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

E-mail: revistaccsh@gmail.com | Telefone: (55) 32208522


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.