Inovações em pequenas empresas do setor de serviços: estudo multicasos em escolas particulares de Sergipe

Cassio Roberto Conceição de Menezes, Rivanda Meira Teixeira

Resumo


A maioria da produção acadêmica voltada à inovação tem incidido sobre aspectos da inovação tecnológica, com orientação para o setor industrial e, em menor número, para o setor de serviços. Como a inovação em serviços é um campo de estudos em evolução, requerendo, portanto, uma atenção especial para a sua apreensão, o objetivo deste estudo consiste em analisar as inovações implementadas por empreendedores em escolas particulares, a partir das categorias de inovação em serviços de Sundbo e Gallouj (1998) e do modelo de inovação de Hansen e Birkinshaw (2007). Para isso, adotou-se o método de pesquisa de estudo de casos múltiplos, sendo realizada a coleta de evidências com três empresários de escolas particulares de pequeno e médio porte, localizadas em Sergipe, por meio de entrevistas semiestruturadas baseadas em categorias analíticas definidas nos modelos teóricos adotados. Observou-se que as escolas analisadas promovem inovações basicamente no processo, na organização ou gestão e na solução para problemas específicos apresentados pelos seus clientes. De maneira geral, as mudanças realizadas pelos gestores das empresas investigadas configuram inovações somente para a empresa ou para o mercado local, não devendo ser entendidas a rigor como uma inovação radical. 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1983465913567

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659