CONCEPÇÃO DE UM MODELO DE INDICADORES DE GESTÃO DE PESSOAS: O CASO DOS INSTITUTOS FEDERAIS DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Eduardo da Rocha Bassi, Eugênio de Oliveira Simonetto

Resumo


O presente estudo teve como objetivo geral desenvolver um modelo de Indicadores de Gestão de Pessoas para Institutos Federais. Inicialmente, foram coletados indicadores em 228 relatórios de gestão, extraídos do banco de dados do TCU, e tratados por meio de análise de conteúdo. Em seguida, formatou-se um modelo composto por nove Indicadores de Gestão de Pessoas, coletados e ponderados por ordem de preferência (aplicação prática) e respaldo teórico (análise bibliográfica). O referido modelo foi avaliado por meio de entrevistas com gestores de pessoal de três Institutos Federais. Os entrevistados consideram que quase todos os indicadores apresentados possuem aplicação prática, e que o modelo pode contribuir com a tomada de decisões gerenciais e facilitar a transparência de informações à sociedade e aos órgãos controladores.

Palavras-chave


Indicadores; Gestão de Pessoas; Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2526629227497

Apontamentos

  • Não há apontamentos.