[1]
Dalmolin, I.S., Freitag, V.L., Petroni, S. e Badke, M.R. 2013. Injeções intramusculares ventro-glútea e a utilização pelos profissionais de enfermagem. Revista de Enfermagem da UFSM. 3, 2 (out. 2013), 259–265. DOI:https://doi.org/10.5902/217976928080.