A questão ambiental do resíduo/lixo em Ribeirão Preto

ELIAS ANTONIO VIERA (evieira371@gmail.com)
Instituto de Geociências e Ciências Exatas da UNESP, Universidade Estadual Paulista, campus Rio Claro, SP.
December, 2002
Full text (external site)
 

Abstract

O presente estudo analisa a questão ambiental do resíduo/lixo em Ribeirão Preto, SP, visto que esta cidade figura entre as que mais geram este tipo de detrito no Estado de São Paulo e as que detêm altas taxas de geração desses objetos na América Latina e Caribe. Estudos realizados por diversos autores demonstram que a produção contínua e crescente de resíduo/lixo decorre dos valores culturais, sociais, políticos e econômicos da sociedade moderna. Com a finalidade de compreender melhor esses aspectos, analisa-se as práticas de gestão e gerenciamento, os impactos ambientais negativos acarretados pela destinação errada do resíduo/lixo. Verifica-se a maneira pela qual a consciência das pessoas reflete essa problemática. Evidenciou-se que o Lixão da ex-Fepasa e o Lixão de Serrana, forma responsáveis por graves problemas ao ambiente; uma porcentagem significativa dos entrevistados preocupa-se com a preservação da vida no planeta, a poluição ambiental, assim como o destino do resíduo/lixo. Percebem também, as vantagens e desvantagens da sociedade de consumo, da tecnologia, bem como a necessidade de revisão de certos valores, discutindo a situação atual, na tentativa de reconstrução de uma sociedade sob novos fundamentos.