Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Regae - Revista de Gestão e Avaliação Educacional é mantida pela Universidade Federal de Santa Maria.

É publicada no Brasil, desde 2009, no formato de publicação contínua. Tem como cobertura temática as áreas de administração escolar, políticas e avaliação educacionais e por missão constituir-se num veículo de divulgação de estudos do campo da educação. Tem como público alvo professores, estudantes, pesquisadores e dirigentes de instituições escolares.

O objetivo prioritário da revista é divulgar resultados de pesquisas realizadas por estudantes de graduação e pós-graduação, bem como oportunizar a publicização de experiências de professores e dirigentes de instituições escolares.

A revista está hospedada no portal de revistas da Universidade Federal de Santa Maria, no endereço http://periodicos.ufsm.br/regae/index, e apresenta-se em formato online. O processo de submissão, avaliação, edição e publicação é feito por meio do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, tradução licenciada do Open Journal Systems - OJS.

O título abreviado do periódico, que deve ser usado em bibliografias, notas de rodapé, referências e legendas bibliográficas é Regae: Rev. Gest. Aval. Educ.

 

Políticas de Seção

Apresentação

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Regae - Revista de Gestão e Avaliação Educacional tem como cobertura temática as áreas de administração escolar, políticas e avaliação educacionais e por missão constituir-se num veículo de divulgação de estudos do campo da educação. Objetiva, sobretudo, divulgar resultados de pesquisas realizadas por estudantes de graduação e pós-graduação, bem como oportunizar a publicização de experiências de professores e dirigentes de instituições escolares.

Com vistas a atingir essa finalidade são aceitos para publicação na revista artigos relacionados à gestão, políticas e avaliação educacionais, originados de estudos teóricos, pesquisas, reflexões metodológicas e discussões em geral.

A normalização da revista segue padrões estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.

Os textos submetidos à revista devem ser inéditos, de autores brasileiros ou estrangeiros, escritos em língua portuguesa ou espanhola. Admite-se a publicação de textos nas línguas inglesa, desde que acompanhados pela respectiva tradução.

Artigos

A modalidade de avaliação de artigos é duplo cego e os textos passam pelas seguintes etapas de avaliação.

Etapa 1: análise quanto à forma

Essa etapa é de responsabilidade dos editores. Os textos são avaliados quanto a sua adequação aos critérios gerais da revista e à linha editorial.

São devolvidos aos autores os artigos que: 1) configuram-se como relatos de experiência; 2) configuram-se unicamente como revisão bibliográfica; 3) configuram-se como simples recorte de dissertação ou tese, sem a devida adaptação; 4) apresentam-se sob a forma de projeto ou relatório de pesquisa; 5) não apresentam uma análise suficientemente aprofundada da temática que se propõem a discutir; 6) não centram sua problemática, nem de forma indireta, no campo da gestão ou avaliação educacional; 7) possuem excessivos erros de redação, bem como de estruturação do texto, a ponto de dificultar a compreensão das partes ou mesmo do todo; 8) são meramente descritivos e não apresentam uma análise da problemática abordada; 9) não possuem a forma de artigo usualmente praticada em periódicos; 10) não cumprem as normas editoriais da revista.

Textos com essas características são devolvidos aos autores com a sugestão de que sejam reformulados, para efeito de nova submissão e avaliação. Os trabalhos que não se enquadram em nenhuma das características acima serão considerados aptos para a segunda etapa.

Etapa 2: análise por pares quanto ao mérito - modalidade de avaliação de artigos: duplo cego.

Na segunda etapa o artigo, sem a identificação do autor, é encaminhado a, no mínimo, dois pareceristas da área temática específica do trabalho, integrantes do conselho editorial ou convidados ad hoc, de dois Estados diferentes ou do exterior. Para a designação dos pareceristas são consideradas as informações disponíveis no cadastro da revista.

Os critérios para avaliação do texto levam em conta: a) aspectos formais do texto; b) atualidade e relevância da temática; c) originalidade e ineditismo; d) indicação clara dos objetivos, e) metodologia da pesquisa, f) discussão teórica atualizada; g) adequação da bibliografia; h) relevância dos documentos a publicar ou a anexar.

Os pareceristas podem aceitar plenamente, aceitar com ressalvas ou recusar o artigo. Qualquer uma das situações é justificada por um parecer descritivo.

Situações:

a) quando os dois pareceristas aceitam o trabalho, ele passa à fase seguinte;

b) quando os dois pareceristas recusam o trabalho, o artigo é devolvido ao autor e arquivado no sistema da revista;

c) quando um ou os dois pareceristas solicitam reformulações o trabalho é devolvido ao autor com a solicitação que o mesmo considere os pareceres e reformule o artigo no prazo de trinta dias. Quando o autor reenvia o texto reformulado e demonstra ter seguido as sugestões dos pareceristas ele é reavaliado.

Etapa 3: revisão e adequação do trabalho às normas da revista

Uma vez aceito para publicação o trabalho é submetido à revisão de linguagem, normalização e formatação.

Traduções

As traduções devem ser acompanhadas da permissão do autor do trabalho original em que o texto foi publicado. Se o trabalho estiver no domínio público, este procedimento não é necessário. O autor da tradução é responsável pela informação.

Trabalhos apresentados em eventos

Excepcionalmente poderão ser aceitos para publicação trabalhos que já tenham sido apresentados em eventos. As propostas estão sujeitas aos mesmos critérios de avaliação de originais inéditos. Cabe ao autor informar os créditos do evento no qual o trabalho foi originalmente apresentado.

Palavras-chave

Os resumos devem ser acompanhados de três a cinco palavras-chave que descrevam, de forma clara e precisa, o conteúdo temático do texto.

Devem ser redigidas de tal forma que facilitem a recuperação do texto a partir dos indexadores. Recomenda-se o uso do Thesaurus Brasileiro da Educação.

Declaração de responsabilidade

Os autores são os responsáveis pela veracidade e ineditismo do trabalho. O manuscrito submetido deve ser acompanhado de uma declaração de responsabilidade, assinada por todos os autores, em que afirmam que o estudo não foi publicado anteriormente, parcial ou integralmente, em meio impresso ou eletrônico, tampouco encaminhado para publicação em outros periódicos, e que todos os autores participaram na elaboração intelectual de seu conteúdo.

Conflito de interesse

Conflito de interesse é a situação em que os autores possuem interesses capazes de influir no processo de elaboração dos manuscritos. São conflitos de natureza diversa - pessoal, comercial, política, acadêmica ou financeira - a que qualquer um pode estar sujeito, razão pela qual os autores devem reconhecer e revelar, quando presentes, na declaração de responsabilidade.

Fontes de financiamento

Os autores devem declarar todas as fontes de financiamento ou suporte, institucional ou pessoal, para a realização do estudo. Deve-se identificar nome da instituição ou pessoa, cidade, Estado e país de origem. Essas informações devem constar da declaração de responsabilidade.

Critérios de autoria

Para ser considerado autor, o proponente deve ter participado suficientemente do trabalho para poder assumir, publicamente, a responsabilidade pelo seu conteúdo. A participação deve incluir: a) concepção, delineamento, análise e interpretação dos dados; b) redação e revisão do manuscrito; c) aprovação final da versão a ser publicada.

Agradecimentos

Quando desejável e pertinente, recomenda-se a nomeação, em nota de rodapé, das pessoas que colaboraram para com a produção do estudo, embora não preencham os critérios de autoria. Os autores são os responsáveis pela obtenção da autorização dessas pessoas antes de nomeá-las em seus agradecimentos.

Também podem constar agradecimentos a instituições, pelo apoio financeiro ou logístico à realização do estudo. Devem-se evitar os agradecimentos impessoais como.

Indicação da afiliação

Além dos dados pessoais requeridos pelo ambiente Seer/OJS, cabe ao autor a indicação da afiliação, ou vínculo institucional, que deve ser apresentado de forma completa, com o nome, sem abreviaturas da instituição, e endereço.

Modelo de declaração de responsabilidade

(deve ser anexado como documento complementar, no quarto passo da submissão do texto, no sistema eletrônico da revista).

===========

Local e data.

Declaro que o artigo intitulado xxxxxxx, submetido à Revista de Gestão e Avaliação Educacional não foi, parcial ou na sua totalidade, publicado anteriormente em meio impresso ou eletrônico, tampouco encaminhado para publicação em outros periódicos.

Declaro não haver situação de conflito de interesses no âmbito da sua elaboração [ou, se houver, especificar qual], bem como declaro que a sua elaboração foi financiada por [indicar, detalhadamente, instituição ou pessoa] ou não contou com financiamento para a sua realização.

Assinatura.

 

Periodicidade

A Regae - Revista de Gestão e Avaliação Educacional é apresentada no formato de publicação contínua.

 

Política de Acesso Livre

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde estiver identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons 4.0 Internacional reconhecimento não comercial sem obra derivada.

Por acesso aberto entende-se a disponibilização gratuita na Internet, para que os usuários possam ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, processá-los para indexação, utilizá-los como dados de entrada de programas para softwares, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem barreira financeira, legal ou técnica.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema Lockss para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

 

Taxas para submissão e publicação de textos

A Regae - Revista de Gestão e Avaliação Educacional não cobra nenhuma taxa por textos publicados e, tampouco, pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download.

 

Declaração da ética da publicação e de má prática

A Regae - Revista de Gestão e Avaliação Educacional  prima pelas práticas de respeito à conduta ética, seguindo as recomendações do Comitê de Ética em Publicações - Cope -, que podem ser encontradas em http://publicationethics.org/resources/guidelines.

 

1) Da responsabilidade dos autores

- Os autores são responsáveis pelo conteúdo de seus artigos, assim como pelos direitos autorais de imagens, videos e quaisquer elementos textuais ou complementares ao seu artigo.

 - Os autores estão de acordo em trabalhar gratuitamente no processo de revisão por pares para este periódico no futuro.

- Os autores declaram que têm contribuição significativa para a pesquisa divulgada em seu artigo, quando for o caso.

- Os autores obrigam-se a oferecer ao periódico retratações ou correções de eventuais erros.

- Caso o artigo tenha sido escrito com base em pesquisa que apresenta reais riscos para os participantes, é obrigatória a apresentação de parecer do comitê de ética da instituição do pesquisador.

2)  Do processo de avaliação

- Todos o conteúdos da revista são submetido às revisão por pares pelo método avaliação por pares duplo-cego.

- Avaliação por pares é o processo de obter pareceres sobre manuscritos individuais de avaliadores peritos no campo. 

- Os pareceres devem ser o mais objetivos possível e suficientemente embasados para que permitam o aprimoramento da pesquisa e do texto avaliados.

- Os avaliadores não devem ter conflitos de interesse e declaram isso por escrito no sistema da revista, ao realizar uma avaliação.

- Os avaliadores devem sempre chamar a atenção para textos ou trechos já publicados e que não tenham sido propriamente citados.

- Todos os artigos avaliados são tratados de forma confidencial.

- A revista entende que qualquer forma de plágio não é aceitável.

- A decisão final sobre a publicação ou não de um texto cabe aos editores. Sempre que um texto tenha qualidade acadêmica e cumpra os critérios estabelecidos pela revista, ele é encaminhado para a avaliação por pares duplo-cega de, no mínimo, dois avaliadores.

- Os únicos critérios de avaliação são o mérito acadêmico do texto e o aprimoramento da qualidade do conhecimento, não havendo discriminação aos autores, por quaisquer razões.

- Não é permitido aos editores usarem informações constantes nos artigos em avaliação sem o consentimento explícito dos autores.

- Os editores estão disponíveis para responder qualquer questão ética ligada a uma submissão.

 3) Da ética na publicação

- Editores fazem esforços consideráveis para evitar e prevenir a publicação de artigos em que tenha ocorrido má conduta na pesquisa.

- Em nenhum caso incentivamos más condutas ou permitimos que elas aconteçam.

- Qualquer alegação de conduta imprópria de pesquisa são imediatamente averiguadas.

- A revista publica erratas para corrigir artigos quando necessário.

- A revista esté sempre disposta a publicar correções, esclarecimentos, direito de resposta, retrações e desculpas quando necessário.

4) Dos direitos de autor e do acesso universal

- As licenças usadas pelo periódico estão descritas neste site.

- Todos os artigos em conteúdo completo estão livres de taxas e são disponibilizados em sua totalidade para qualquer leitor sem a necessidade de cadastro ou senha.

 

Orcid

É obrigatório o cadastro do seu número no Orcid: https://orcid.org.

 

DOI

Todos os artigos publicados na Regae recebem o número DOI.

 

Política de detecção de plágio

Plágio é o ato de assinar ou apresentar como seu conteúdo intelectual da obra de outra pessoa ou grupo. São consideradas plágio as seguintes atitudes: citar textualmente o trabalho de outra pessoa sem a devida citação da fonte; parafrasear o trabalho de outra pessoa, alterando algumas das palavras, ou a ordem das palavras, sem a devida citação da fonte; usar as idéias de outra pessoa, sem referência ao autor; recortar e colar da Internet sem a devida citação da fonte.

Os proponentes devem garantir a originalidade dos manuscritos e caso utilizem artigos de outros autores que eles sejam devidamente citados.