METODOLOGIAS ATIVAS EM UMA CAPACITAÇÃO SOBRE HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA NEONATAL: AVALIAÇÃO DA QUALIDADE EM FOCO

Alfredo Almeida Pina-Oliveira, Camila Aparecida Rodrigues Carriel, Anna Maria Chiesa

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2236583415623

 

A morbimortalidade perinatal persiste e representa desafio para a garantia da qualidade do cuidado prestado em unidades de terapia intensiva neonatal. Objetivo: descrever e analisar os principais aspectos de uma capacitação sobre a humanização do cuidado no método-canguru com potenciais efeitos na qualidade da assistência. Método: trata-se da análise dos documentos produzidos durante oficinas de reedição baseado em metodologias ativas a partir do referencial donabediano de avaliação da qualidade. Resultados: Foram treinados 26 profissionais da assistência e da gestão hospitalar e foram registradas a redução de infecções hospitalares neonatais e a promoção do cuidado humanizado após 10 meses do término do processo educativo. Conclusão: oficinas de reedição representam estratégia adequada para a melhoria da qualidade do cuidado por meio da valorização dos conhecimentos dos próprios trabalhadores e do contexto no qual se inserem, fortalecendo a perspectiva da educação permanente baseada em metodologias ativas de ensino e de aprendizagem.

Descritores: Capacitação em Serviço; Humanização da Assistência; Gestão de Qualidade; Reorganização de Recursos Humanos; Método Canguru.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236583415623

Acessos desde 08/08/2013.

  

 

Saúde (Santa Maria) ∴ revistasaude.ufsm@gmail.com

ISSN 0103-4499 ∴ eISSN 2236-5834 ∴ DOI 10592/22365834

Licença Creative Commons