Qualidade de vida no trabalho: uma percepção de trabalhadores que retornaram ao ensino formal

Alexandro Andrade, Alsira Sopelso Segala, Dulce Joana Weirich, Neide Maria Dalmagro, Sabrina de Oliveira Sanches, Viviane Pacheco Gonçalves, Olavo Guimarães Feijó

Resumo


Este artigo objetivou analisar a percepção da qualidade de vida no trabalho, de trabalhadores que retornaram ao ensino formal por conseqüência das novas exigências do mercado de trabalho. Assim, procurou-se investigar as principais mudanças que ocorreram em relação ao trabalho e em aspectos da vida destes trabalhadores. Participaram deste estudo 6 profissionais jovens e adultos da área da educação, sendo 3 do sexo masculino e 3 do sexo feminino, que concluíram o ensino médio no Programa de Educação para Jovens e Adultos de uma cidade do interior do estado de Santa Catarina. Este estudo fundamentou-se nas experiências dos sujeitos participantes da pesquisa, bem como, nas idéias de autores clássicos e contemporâneos. Os resultados indicaram que a qualidade de vida dos trabalhadores melhorou significativamente, tanto no que diz respeito aos aspectos profissionais como na vida pessoal. Em relação à opinião dos trabalhadores quanto aos Programas de Educação para Jovens e Adultos, observou-se que estes consideraram os programas de fundamental importância para proporcionar oportunidades, no entanto, os trabalhadores apontaram a necessidade da elaboração de uma proposta pedagógica mais específica, sugerindo que os conteúdos estivessem diretamente relacionados ao cotidiano do aluno trabalhador.

Palavras-chave: Trabalho. Educação. Qualidade de Vida.

Palavras-chave


Work; Education; Quality of Life.

Texto completo:

PDF


CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao

 


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: 10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

 

Periodicidade – quadrimestral

Primeiro quadrimestre, jan./abr., limite para publicar a edição 30 abril.

Segundo quadrimestre, maio/ago., limite para publicar a edição 31 agosto.

Terceiro quadrimestre, set./dez., limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY-NC 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

   

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar