Suicídio na voz de profissionais de enfermagem e estratégias de intervenção diante do comportamento suicida

Nara Reisdorfer, Graciela Machado de Araujo, Leila Mariza Hildebrandt, Taciana Raquel Gewehr, Janaine Nardino, Marinês Tambara Leite

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/2179769216790

Objetivo: analisar o conhecimento e as estratégias de intervenção de profissionais de enfermagem de um hospital geral, acerca do comportamento suicida. Método: pesquisa qualitativa e descritiva, realizada com 10 profissionais de um hospital geral. Para a coleta de dados foi utilizada a entrevista semiestruturada e a análise dos dados seguiu os passos da análise temática. Resultados: foram agrupados em dois temas, sendo que o primeiro versa sobre a concepção dos profissionais sobre suicídio e o segundo discute as intervenções junto a pessoas que tentaram ou com risco para o suicídio. Considerações finais: a equipe de enfermagem apresenta fragilidade no conhecimento sobre o comportamento suicida o que repercute nas intervenções realizadas. Para tanto, destaca-se a importância e necessidade de qualificação desses profissionais no intuito de proporcionar cuidados efetivos a pessoas com risco ou tentativa de suicídio.


Palavras-chave


Enfermagem; Cuidados de Enfermagem; Suicídio

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179769216790



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.