O ensino de empreendedorismo nos cursos de graduação em administração: um estudo comparativo entre as Universidades Estaduais de Londrina e Maringá

Saulo Fabiano Amâncio Vieira, Gerson Antonio Melatti, Paula Regina Ribeiro

Resumo


Verifica-se, atualmente, a importância do empreendedorismo no desenvolvimento econômico e social e, com isso, a necessidade de se construir uma sociedade empreendedora. O melhor caminho é através do ensino, que pode estimular e desenvolver, nos alunos, habilidades e capacidades necessárias à gestão de um empreendimento. A efetiva aprendizagem da disciplina de Empreendedorismo depende da adoção de métodos e práticas de ensino específicas, e não mais dos modelos da educação tradicional. Assim, este trabalho tem como objetivo compreender de que forma o empreendedorismo é tratado em duas das principais instituições públicas de ensino superior do Paraná. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva, apresentada na forma de um estudo comparativo entre as universidades estaduais de Londrina e de Maringá, ambas localizadas no Paraná. Os resultados apontam que o empreendedorismo é tratado sob diferentes enfoques em cada instituição, sendo que, na Universidade Estadual de Londrina (UEL), os métodos são mais aplicados, voltados à criação de negócios. Também se identificou relação entre o perfil do coordenador do curso e o foco dado pelo currículo à disciplina, bem como certo descompasso entre as necessidades acadêmicas e a resposta institucional para o ensino do empreendedorismo.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198346592697



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659