Processo de Gestão Estratégica em Universidades Privadas: Um estudo de casos

Daniela Martins Diniz, José Marcio de Castro

Resumo


O objetivo deste artigo é descrever e compreender como a Gestão Estratégica (GE) é desenhada, implementada e monitorada em universidades privadas. A análise dos dados revelou quais os fatores que afetam o processo de GE nessas universidades, suas características, os atores envolvidos no processo e, finalmente, a relação entre planejamento e desempenho. Os resultados indicam que em duas universidades estudadas (casos A e B) a GE é um processo consolidado e foi concebido para se desenvolver uma visão de futuro e auxiliar as organizações a lidarem com os desafios ambientais. Em contraste, no terceiro caso (C), os resultados indicam que a GE não se encontra ainda no mesmo nível de maturidade dos casos relatados anteriormente.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198346592501



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659