Valores pessoais e percepção de atributos em marcas regionais de café na cidade de Lavras

Marcio Lopes Pimenta, Marcos Hideyuki Yokoyama, Luiz Henrique de Barros Vilas Boas, Stella Naomi Moriguchi, Juliana Flávia Palazzo da Costa Macedo

Resumo


Marcas regionais de alimentos proporcionam diferencial competitivo porque seus consumidores relacionam determinados atributos desejados com a imagem positiva da origem geográfica do produto. Tal imagem influencia o processo de decisão de compra, diante de suas percepções sobre os atributos da marca e os benefícios esperados ao consumir produtos dela derivados. Nessa visão, este trabalho evidencia a estrutura cognitiva de valores de consumidores em relação a marcas regionais de café torrado e moído na região de Lavras, Minas Gerais. Por meio de entrevistas em profundidade, utilizando a técnica qualitativa laddering, foi elaborado um mapa hierárquico de valor, que mostra uma conexão das marcas regionais aos atributos: ‘Características sensoriais', ‘É da região', ‘Marca conhecida', ‘Preço mais baixo' e ‘Pureza do alimento' na percepção dos consumidores. Por meio desses atributos, os consumidores acreditam poder alcançar valores pessoais como: ‘Autorrealização', ‘Bem-estar próprio e da população', ‘Felicidade', ‘Nostalgia', ‘Qualidade de vida' e ‘Longevidade'.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198346591713



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

  

  

Revista de Administração da UFSM. Brazilian Journal of Management

Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, eISSN 1983-4659