PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: O FENÔMENO DA HIPERPRODUTIVIDADE E FORMAÇÃO CULTURAL

Elenor Kunz

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/010283085717

Embora o problema da corrida atrás de pontos no currículo Lattes para estar bem ranqueado na CAPES, por parte de pesquisadores e programas de pós-graduação no Brasil, esteja alcançando dimensões absurdas, poucos, até agora, se atreveram a fazer uma análise mais crítica deste problema entre nós, especialmente, no que tange a falta de responsabilidade das pesquisas atuais com relação à relevância sociocultural local da produção científica. Este artigo levanta alguns problemas nesse sentido, questionando a pós-graduação em Educação Física no País e sua corrida desenfreada atrás de publicações internacionais que mantém programas e pesquisadores ativos perante a CAPES e apenas isso.
Palavras-chave: Pós-graduação. Produção Científica. Formação Cultural.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/010283085717



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: quadrimensal

ISSN: 0102-8308

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.