Caminhos e distâncias: um diálogo entre psicose infantil e educação

Carlos Alberto Garcia Jr., Maria Inês Naujorks

Resumo


A produção teórica acerca dos enlaces existentes entre psicose infantil e Educação Especial é recente. Educadores, pais e profissionais da saúde ainda se deparam com significativas dificuldades relacionadas aos processos educacionais inclusivos destas crianças. Pretende-se com este estudo tecer algumas considerações a respeito da contribuição da psicanálise para o desnovelar destes nós, a partir do entendimento da subjetividade das crianças com psicose. O objetivo foi o de percorrer, através dos diversos fios do pensamento psicanalítico, caminhos que possibilitem o diálogo entre as aproximações e os distanciamentos da produção de conhecimento acerca da educação do sujeito/aluno com psicose infantil. Para isso, tramaram-se algumas relações entre estes campos teóricos, a partir de uma pesquisa bibliográfica cujo corpus de análise compreendeu quatro periódicos entre os anos de 1996 e 2008 ligados a área da educação, quais sejam: Revista Brasileira de Educação, Revista Brasileira de Educação Especial, Revista Educação Especial e Revista Estilos da Clínica. Foram identificados 1147 artigos e destes apenas 57 relacionados ao tema, os quais foram utilizados direta ou indiretamente neste estudo. Utiliza-se como tear a teoria freudo-lacaniana para amarrar e sustentar a discussão construída a partir da seleção de estado da arte. Observou-se que os trabalhos explicitados, de modo geral, falam de um sujeito em estruturação, transbordado por uma subjetivação. A produção a respeito do tema ainda é incipiente, daí a necessidade de mais estudos e publicações. Percebeu-se, por fim, que a contribuição da psicanálise para a educação seria na perspectiva de um trabalho com o que não se fecha, em um tempo de formação, pois olhar para estes sujeitos é vê-los em construção. 

Palavras-chave: psicose infantil; educação especial; psicanálise; periódicos.


Palavras-chave


Childhood psychosis; special education; psychoanalysis; periodicals.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X2460

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição 31 março.

Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição 30 junho.

Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição 30 setembro.

Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição 31 dezembro.

Os dizeres acima dizem respeito somente à data de publicação da edição e não ao envio de artigos.

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________