Pontos críticos do processo de produção de pisos maciços de madeira

Philipe Ricardo Casemiro Soares, Marcos Milan, Ivaldo Pontes Jankowsky, Antonio Jose da Silva Maciel, Maria Raquel Kanieski

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/198050985742

Os conceitos da qualidade representam um dos fatores importantes para o êxito das organizações, e dentre esses conceitos a estabilização dos processos de produção contribui para a melhoria, redução de desperdícios e aumento da competitividade. Com isso, o objetivo desse trabalho foi avaliar o processo de produção de pisos maciços de madeira de espécies comerciais quanto à sua previsibilidade e capacidade, com base em seus pontos críticos. Para tanto, a pesquisa foi dividida em três etapas. A primeira foi o mapeamento do processo da empresa e a elaboração de fluxogramas para as atividades. A segunda foi a identificação e a avaliação dos pontos críticos por meio da metodologia FMEA (Failure Mode and Effect Analysis) adaptada. A terceira foi a avaliação dos pontos críticos empregando o controle estatístico e a determinação da capacidade do processo pelo índice Cpk. Os resultados mostraram a existência de seis processos, sendo dois identificados como críticos. Nesses dois, quinze pontos foram considerados críticos e dois deles, relacionados com as dimensões das peças e defeitos provocados pela lixa, foram selecionados para avaliação. O processo produtivo da empresa é instável e não é capaz de produzir os pisos dentro das especificações e, portanto, essas especificações devem ser reavaliadas.

Palavras-chave


gestão da qualidade; capacidade de processo; pisos de madeira; FMEA

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050985742