Análise técnica e econômica de prestadores de serviços na colheita florestal.

Abilio Donizetti de Morais Filho, Fernando Seixas

Resumo


Este estudo analisou as condições de trabalho de empresas prestadoras de serviços do setor de colheita florestal, abordando os aspectos econômicos, as condições dos equipamentos, os custos operacionais e, por fim, as oportunidades de crédito para investimento em tecnologia. Foram analisadas em profundidade cinco empresas cujo faturamento anual variou entre R$ 1.020.000,00 e R$ 4.313.000,00, com uma média de R$ 2.373.000,00. O número de funcionários ficou entre 33 e 181, sendo as empresas classificadas como: uma pequena, duas médias e duas grandes. O elevado investimento inicial necessário, juros superiores a 12% e ausência de garantias contratuais com duração compatível com o período do financiamento dificultam o acompanhamento da evolução tecnológica disponível por parte do prestador de serviços. Verificou-se também que os empresários do setor não incluem a remuneração do capital e uma correta depreciação dos bens nas planilhas de custos, prejudicando a renovação dos equipamentos e levando ao envelhecimento das máquinas utilizadas na produção, com idade média geralmente superior a 10 anos. Concluiu-se que os custos estavam acima dos valores pagos pelos serviços quando computados esses fatores citados anteriormente, com três empresas apresentando resultados negativos nas análises financeiras. Finalmente, observou-se que a mecanização proporcionou melhorias na qualidade de vida dos funcionários dessas empresas, com a renda per capita anual dos trabalhadores em torno de R$ 8.083,08.


Palavras-chave


terceirização; mecanização florestal; empresa florestal.

Texto completo:

PDF

Referências


FERNANDES, O. R. Diretrizes estratégicas para a consolidação da terceirização no setor florestal brasileiro. In: SEMINÁRIO DE ATUALIZAÇÃO EM SISTEMAS DE COLHEITA DE MADEIRA E TRANSPORTE FLORESTAL, 12., 2002, Curitiba. Anais... Curitiba: UFPR, 2002. p 19-36.

GIOSA, L. A. Terceirização: uma abordagem estratégica. São Paulo: Pioneira, 1997. 146 p.

HELFERT, E. A. Técnicas de análise financeira. Porto Alegre: Bookman, 2000. 411 p.

LEITE, N. B. A terceirização no setor florestal. Silvicultura, São Paulo. v. 19, n. 78. p. 36-40. jun. 1999.

MACHADO, C. C. Colheita Florestal. Viçosa: Ed. da UFV, 2002. 468 p.

MORAIS FILHO, A.D. Análise da capacidade técnica e econômica dos prestadores de serviços no setor de colheita florestal. 2006. 103 f. Dissertação (Mestrado em Recursos Florestais) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba.

POLONIO, W. A. Terceirização: aspectos legais, trabalhistas e tributários. São Paulo: Atlas, 2000. 213 p.




DOI: https://doi.org/10.5902/19805098424

Licença Creative Commons