Sortimentos de Pinus elliottii Engelm para a região da Serra do Sudeste do estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

Ronaldo Drescher, Renato Renato Schneider, César Augusto Guimarães Finger

Resumo


No presente trabalho foi estudada a forma do tronco de Pinus elliottii Engelm, para formação de sortimentos e confecção de tabelas para uso na região da Serra do Sudeste do Estado do Rio Grande do Sul. A forma do tronco foi ajustada com boa precisão estatística por um polinômio de 5º grau, tendo como variáveis dependentes os diâmetros relativos (di/d) e como variáveis independentes as alturas relativas (hi/h). A integração do polinômio permitiu estimar os volumes absolutos e relativos dos sortimentos, sendo estes classificados e expressos em percentagem do volume e em número de toras correspondentes. Para isso, foi considerado, para quantificar o volume total aproveitável da árvore, o diâmetro mínimo de 7 cm com casca e para o volume de toras para a serraria, o diâmetro de 14 cm com casca, ambos tomados na ponta fina da tora. Esses resultados deram origem a tabelas de sortimentos otimizadas para árvores individuais.


Palavras-chave


forma de tronco; sortimento; <i>Pinus elliottii</i>

Texto completo:

PDF

Referências


AHRENS, S. Análise de componentes principais e a simulação da forma do tronco. In: SEMINÁRIO SOBRE ATUALIDADES E PERSPECTIVAS FLORESTAIS: o uso de funções de forma de tronco em estudos de volumetria de espécies florestais, 5; 1982, Curitiba. Anais ... Curitiba: EMBRAPA, URPFCS, 1982. p. 77-92.

BENNETT, F.A.; SWINDEL, B.F. Taper curves for planted slash pine. USDA Forest Service (RN SE-179), 1972. 4p.

BORGES, J.F. Seccionamento do fuste de Pinus taeda L. para obtenção do volume de madeira serrada através da função polinomial. Curitiba: UFPR, 1981. 81 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais). Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, 1981.

FIGUEREDO-FILHO, A., BORDERS, B.E., HITCH, K.L. Taper equations for Pinus taeda L. plantations in Southern Brazil. Forest Ecology and Management, v.83, 1996. p. 39-46.

FINGER, C.A.G. Fundamentos de biometria florestal. Santa Maria: UFSM, CEPEF – FATEC, 1992. 269 p.

FINGER, C.A.G., ZANON, M.L.B., SCHNEIDER, P.R. et al. Funções de forma para Eucalyptus dunnii Maiden implantados na depressão central e encosta do sudeste do Rio Grande do Sul. Santa Maria - RS. Ciência Rural, v.25, n.3, p. 399-403, 1995.

FRIEDL, R.A. Dinâmica e prognose da forma dos fustes em povoamentos plantados de Araucaria angustifolia (Bert.) O. Ktze. Curitiba: UFPR, 1989. 167p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, 1989.

GRAY, H.R. The form and taper of forest-tree stems. Imp.For.Inst. Paper, Oxford, v.42. 1956. p. 1-75.

JORGE, L.A.B. Tabelas de sortimento para Pinus elliottii Engelm, na Floresta Nacional de Três Barras - SC. Revista Floresta, Curitiba. v. 15, n.1/2, p.12-20, 1984.

JORGE, L.A.B.; LARA, H.A. Programa de sortimento de madeira serrada de povoamentos de Pinus elliotii com alternativas de produtos padronizados. In: CONGRESSO FLORESTAL PANAMERICANO, 1. / CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 7., 1993, Curitiba. Anais...Curitiba:SBS/SBEF,1993. P.539-548

KOEHLER, H.S. Funções de forma em inventários florestais: implementação e processamento do sistema. In: SEMINÁRIO SOBRE ATUALIDADES E PERSPECTIVAS FLORESTAIS: o uso de funções de forma de tronco em estudos de volumetria de espécies florestais, 5., 1982, Curitiba. Anais ... Curitiba: EMBRAPA, URPFCS, 1982. p. 93-96.

KOZAK, A., MUNRO, D.D.; SMITH, J.H.G. Taper Functions and their Applications in Forest Inventory. For. Chron., v. 45, n. 4, 1969. p.278-283.

LEMOS, R.C., AZOLIN, M.A.D., ABRAÃO, P.V.R., et al. Levantamento e reconhecimento dos solos do Estado do Rio Grande do Sul. Recife: Ministério da Agricultura, Departamento Nacional de Pesquisas Agropecuárias - Divisão de Pesquisas Pedológicas, 1973. 431 p. (Boletim Técnico, 30).

MAINARDI, G.L. Estruturação da produção de Pinus taeda L.: um estudo do caso para a região de Cambará do Sul, RS. Santa Maria: UFSM, 1995. 77 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, 1995.

MORENO, J.A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura, 1961. 42p.

MOURA, J.B. de Estudo da forma do fuste e comparação de métodos de estimativas volumétricas de espécies florestais da Amazônia Brasileira. Curitiba: UFPR, 1994. 114 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná, 1994.

MUNRO, D.D. ; DEMAERSCHALK, J. Taper-based versus volume based compatible estimating systems. For. Chron., v.50, nº5, 1974. p.197-199.

SCHNEIDER, P.R. Betriebswirtschaftliche und ertragskundliche Grundlagen der Forteinnrichtung in Südbrasilien am Beispiel von Pinus elliottii. Diss. d. Albert-Ludwigs-Universitat Freiburg, 1984. 190p.

SCHNEIDER, P.R. Forma de tronco e sortimento para Pinus elliottii Engelm., da floresta nacional de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Acta For. Bras., Curitiba, v.1, p.43-64. 1986.

SCHNEIDER, P.R. Introdução ao manejo florestal. Santa Maria - RS: UFSM/ CEPEF-FATEC, 1993. 348 p.

SCHNEIDER, P.R., FINGER, C.A.G., KLEIN, J.E.M., et al. Forma de tronco e sortimentos de madeira de Eucalyptus grandis Maiden. para o Estado do Rio Grande do Sul. Ciência Florestal, Santa Maria, v.7, n.1, p. 85-91. 1996.

SILVA, J.A. Seleção de parcelas amostrais aplicadas em povoamentos de Pinus taeda L. para fins biométricos em Santa Maria - RS. Santa Maria: UFSM, 1974. 87p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Rural) - Universidade Federal de Santa Maria, 1974.

SILVA, J.A. Funções de forma dos troncos de Pinus taeda, Picea excelsa, Abies alba e Pinus sylvestris. In: SEMINÁRIO SOBRE ATUALIDADES E PERSPECTIVAS FLORESTAIS: o uso de funções de forma de tronco em estudos de volumetria de espécies florestais, 5; 1982, Curitiba. Anais ... Curitiba: EMBRAPA, URPFCS, 1982. p. 29 – 45.

SILVA, J.A. Funções de forma dos troncos de Pinus taeda, Picea excelsa, Abies alba e Pinus sylvestris. In: SEMINÁRIO SOBRE ATUALIDADES E PERSPECTIVAS FLORESTAIS: o uso de funções de forma de tronco em estudos de volumetria de espécies florestais, 5; 1982, Curitiba. Anais ... Curitiba: EMBRAPA, URPFCS, 1983. p. 29 – 45.

SAS. Statistical analysis system: programa de computador, ambiente VM. Cary, 1993. Versão 6.08.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098384