Efeito do teor de lignina da madeira de Eucalyptus globulus Labill. no desempenho da polpação kraft

Gabriel Valim Cardoso, Celso Edmundo Bochetti Foelkel, Sonia Maria Bitencourt Frizzo, Claudia Adriana Broglio da Rosa, Teotônio Francisco de Assis, Patrícia de Oliveira

Resumo


Neste trabalho, foi analisado o efeito do teor de lignina da madeira de Eucalyptus globulus Labill. na otimização das condições do cozimento kraft. Foram realizados 72 cozimentos com cavacos de seis árvores de Eucalyptus globulus subespécie globulus com oito anos de idade. As árvores foram selecionadas com base em uma amostragem de 50 indivíduos da espécie. Os cavacos das três árvores de menor teor de lignina, com média de 20,53%, foram misturados entre si proporcionalmente ao peso das árvores, formando o nível com teor de lignina baixo; os cavacos das três árvores de maior teor de lignina, com média de 23,02%, também misturados proporcionalmente entre si, formaram o nível de teor de lignina alto. Os dois níveis diferiram estatisticamente entre si, diferentemente das densidades básicas das madeiras que não diferiram. Avaliaram-se três condições de temperatura máxima de cozimento (160, 165 e 170ºC) e três condições de álcali ativo (17, 18,5 e 20%) para os dois tipos de cavacos. Através de análise de regressão, estabeleceram-se relações entre as características das celuloses e as condições de cozimento que melhor representassem os pontos ótimos. A otimização realizada através dos modelos de regressão selecionados indicou temperatura máxima de 168ºC e álcali ativo de 17,9%, para se obter o máximo rendimento depurado com número kappa 18 para as madeiras de baixo teor de lignina. Para as madeiras de alto teor de lignina, as condições otimizadas foram temperatura máxima de cozimento de 169ºC e álcali ativo de 19%, para obter número kappa 18. Uma redução média de 2,49% no teor de lignina na madeira, promoveu um ganho médio de 2,2% no rendimento depurado, base madeira, e uma redução média de 1,2% de álcali ativo aplicado, base madeira, obtendo-se valores de número kappa de 16 a 19 e mantendo-se as demais propriedades da celulose. Se, adicionalmente, optar-se por trabalhar com números kappa 19 em vez de 16, o ganho em rendimento depurado é de cerca de 2%. Isso significa que com madeira de baixo teor de lignina e número kappa 19 consegue-se cerca de 4,2% a mais de rendimento depurado e 2 a 2,5% a menos de carga aplicada de álcali ativo, em relação a madeira com alto teor de lignina deslignificada a número kappa 16.

Palavras-chave


otimização; cozimento kraft; <i>Eucalyptus globulus</i>; teor de lignina

Texto completo:

PDF

Referências


ABRAF. Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas. Anuário estatístico da ABRAF 2010 ano base 2009. Disponível em: <(http://www.abraflor.org.br/estatisticas/ABRAF10-BR.pdf)> Acesso em 04 de julho de 2010.

ALMEIDA, J.M. et al. Inclusão de um novo e importante parâmetro potencial de seleção de eucalipto para produção de polpa kraft. In: CONFERÊNCIA IUFRO SOBRE SILVICULTURA E MELHORAMENTO DE EUCALIPTOS, 3., 1997, Salvador. Anais... Salvador: 1997. p. 228-233.

ASSIS, T.F. et al. A situação do Eucalyptus globulus na Riocell. Guaíba : RIOCELL, 1996. 6 p. (Relatório Técnico, 1330).

BARRICHELO, L.E.G. et al. Variação das características da madeira de Eucalyptus grandis e suas correlações com a produção de celulose. In: CONGRESSO ANUAL DA ABCP E I CONGRESSO BRASILEIRO DE CELULOSE E PAPEL, 10., 1977, São Paulo. Anais... São Paulo: Associação Técnica Brasileira de Celulose e Papel, 1977. p. 41-46.

BUGAJER, S. et al. Otimização do processo de polpação kraft de eucalipto. O Papel, São Paulo, n. 2, p. 41-47, 1980.

BUSNARDO, C.A. Estudos sobre a deslignificação da madeira de Eucalyptus urophylla de origem híbrida, pelo processo kraft, para produção de celulose. 1981. 194 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

CARVALHO, M.G.V.S. Efeito das variáveis de cozimento nas características químicas de pastas kraft de Eucalyptus globulus. 1999. 269 f. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade de Coimbra, Coimbra.

DIAS, R.L.V. et al. Contribuição para o efeito de variáveis do cozimento em propriedades da polpa de Eucalyptus grandis. In: CONGRESSO ANUAL DA ABCP, 13., 1980, São Paulo. Anais... São Paulo : Associação Técnica Brasileira de Celulose e Papel, 1980. p. 5-18.

FERREIRA, M. et al. Melhoramento da densidade básica da madeira de eucalipto. IPEF, Piracicaba, v. 6, n. 20, p. A1-A14, 1978.

FOELKEL, C.E.B. Processo kraft. In: Química dos processos de produção de celulose. Belo Oriente: CENIBRA/UFV, 1977. 73 p.

FOELKEL, C.E.B. Qualidade da madeira de eucalipto para atendimento das exigências do mercado de celulose e papel. In: CONFERÊNCIA IUFRO SOBRE SILVICULTURA E MELHORAMENTO DE EUCALIPTOS, 1997, Salvador. Anais... Salvador : v. 3, 1997. p. 15-22. 417 p.

FOELKEL, C.E.B. et al. Celulose kraft de Eucalyptus camaldulensis e Eucalyptus globulus. In: CONGRESSO ANUAL DA ABCP, 17., v. 1, 1984, São Paulo. Anais... São Paulo : Associação Técnica Brasileira de Celulose e Papel, 1984. p. 347-357.

GOES, E. A floresta portuguesa: sua importância e descrição das espécies de maior interesse. Portucel, 1991, 259 p.

MEZZOMO, L.X. et al. Potencialidade de quatro espécies de Eucalyptus cultivados na Bahia, para produção de celulose solúvel branqueada. O Papel, São Paulo, v. 11, p. 71-80, 1997.

POYNTON, R.J. Tree planting in Southern Africa – The Eucalyptus. Republic of South Africa: v.2, 1979. 882 p.

REPETTI, R. Aptitud tecnológica de los eucaliptos E. globulus, E. viminalis, E. saligna y E. grandis para su utilización en la elaboración de pastas kraft. In: Palestra os eucaliptos na Argentina e sua potencialidade para produção de celulose e papel. Guaíba: Riocell, 1992. Paginação irregular. Material impresso.

SACON, V. et al. Avaliação preliminar do comportamento das madeiras de Eucalyptus globulus, Eucalyptus maidenii, Eucalyptus biscostata, e Eucalyptus saligna. Guaíba : RIOCELL, 1995. (Relatório Técnico, 1155).

SANTOS, C.R. Métodos não-convencionais para determinação de celulose como parâmetro de seleção de árvores matrizes visando a produção de polpa kraft-AQ. 2000. 117 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Piracicaba.

VALENTE, C.A. et al. Improvement program for Eucalyptus globulus at PORTUCEL: Technogical component. APPITA, v. 45. n. 6, p. 403-407, nov. 1992.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050982756