Análise econômica da indústria de madeiras tropicais: o caso do pólo de Sinop, MT.

Humberto Angelo, Gilson Fernandes da Silva, Versides Sebastião Moraes e Silva

Resumo


Neste trabalho, foram analisados o comportamento e o desempenho econômico da indústria de madeiras tropicais. A área de estudo foi o pólo madeireiro de Sinop, no Estado de Mato Grosso. Foram utilizados como metodologia os fundamentos da teoria da produção para averiguar a eficiência econômica desta indústria. A consideração geral deste estudo é de que as madeireiras de Sinop apresentam um alto rendimento no processamento de toras, para os padrões da região amazônica. No entanto, a produtividade dos fatores trabalho e capital é baixa. Se as políticas no sentido de contemplar a modernização do parque industrial madeireiro integrada ao uso racional da base florestal não forem adotadas, o custo social à nação pela perda da base florestal tende a consumir os ganhos com o beneficiamento.


Palavras-chave


indústria madeireira; análise econômica; Mato Grosso

Texto completo:

PDF

Referências


ANGELO, H; SILVA, D. A. As exportações brasileiras de mogno (Swietenia macrophylla, King). Revista Árvore, v. 22, n. 1, p. 113-121, 1998.

BARBOSA, F. H. Microeconomia: teoria, modelos econométricos e aplicações à economia brasileira. Rio de Janeiro: IPEA/INPES, 1985. 556 p.

DUDLEY, N.; JEANRENAUD, J. P.; SULLIVAN, F. Bad harvest? the timber trade and the degradation of the world’s forests. Londres: Earthscan, 1996.

FAO Forestry . Disponivel em: < http://www.fao.it/ > Acesso em: 2000.

GOVERNO DO ESTADO DO MATO GROSSO, Disponivel em: Acesso em: 12 ago. 2001.

HEADY, E. O.; DILLON, J. L. Agricultural production function. Ames, Iowa: Iowa State University Press, 1966. 667 p.

MATHER, A. South-North Challenges in Global Forestry, Helsinki: UNU/WIDER Working Paper no 145. 1997.

SBS – Disponivel em: . Acesso em : out. 2001

SCHOLZ, I. Comércio, meio ambiente e competitividade: o caso da indústria madeireira do Pará. 1998. 68 p. Dissertação (Mestrado) - Programa de Bolsas Instituto Rio Branco/BID, Brasilia, 1998.

SIMONSEN, M. H. Teoria microeconômica. Rio de Janeiro, FGV, 1968. vol II.

SOUZA, E. A. Colonizadora Sinop. Disponivel em: http://www.sinop.com.br/. Acesso em: 26 abr. 2001.

STONE, S. W. Tendências econômicas da indústria madeireira no Estado do Pará. Belém: IMAZON, 2001. 37 p. (Série Amazônia, 17)

TOLLINI, H. Actual and optimal use of fertilizer. 1969. 96 p. (Thesis (Ph.D.) – North Carolina State University, 1969.

VERÍSSIMO, A.; LIMA, E. Pólos de exploração madeireira na Amazônia. Belém: IMAZON. 1999. (manuscrito)

VIDAL, E.; GERWING, J; BARRETO, P.; JOHNS, J. Redução de desperdícios na produção de madeira na Amazônia. Belém : IMAZON, 1997. 18 p. (Série Amazônia, 5)




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981809