Estudo do momento ótimo de reforma para povoamentos de Eucalyptus spp - o caso da redução dos custos.

Álvaro Nogueira de Souza, Antônio Donizette de Oliveira, José Luiz Pereira de Rezende

Resumo


Os objetivos deste trabalho foram: a) propor e verificar a eficiência de um modelo matemático que permita estudar os efeitos do progresso tecnológico (redução dos custos) sobre a época ótima de substituir povoamentos de Eucalyptus spp; b) determinar a rotação florestal de um povoamento de Eucalyptus spp; c) verificar qual seria o momento de substituir se as receitas estivessem constantes desde o início dos incentivos fiscais, ou seja, na década de 60, e, d) projetar o momento de substituir o povoamento no futuro, considerando os custos decrescentes e a produtividade constante a valores de hoje. Utilizou-se a Função Gompertz para o cálculo da produção de madeira. O critério utilizado para a avaliação econômica da viabilidade dos projetos foi o Valor Presente Líquido. O modelo proposto permitiu calcular o efeito do progresso tecnológico nos custos no período entre 1960 e 2000 e projetar os valores dos custos para o período entre 2000 e 2040. Concluiu-se que: a) a rotação, com valores atuais, encontra-se, em 7 anos, mantidas as receitas da década de 60; b) o momento ótimo de reforma estaria em seis cortes; c) o modelo mostrou-se eficiente para estimativas em um horizonte de até 40 anos; o estudo da cadeia de substituição mostrou que as épocas ótimas de reforma caíram ao longo dos anos, de seis cortes na década de 60, três na década de 80 e dois atualmente; a tendência é permanecer nos dois cortes passando a três com um pequeno aumento na produtividade das talhadias.


Palavras-chave


progresso tecnológico; reforma de <i>Eucalyptus</i>; custos florestais

Texto completo:

PDF

Referências


IBDF. Zoneamento econômico florestal do Estado de Minas Gerais. Belo Horizonte –MG, 1974. 182p.

LOPES, H.V.S. Análise econômica dos fatores que afetam a rotação de povoamentos de eucaliptos. 1990. 188p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

MASSÉ, P. Optimal investiment decisions rules for action and criteria choice. Prentice. Hall, 1962. 500p.

REZENDE, J.L.P.; OLIVEIRA, A. D. Análise econômica e social de projetos florestais. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2001. 389p.

REZENDE, J.L.P.; PAULA Jr., G.G.; RIBEIRO, G.A., Técnicas de análise econômicas usadas na tomada de decisão referentes à reforma de eucaliptais. In: SEMINÁRIO SOBRE ASPECTOS TÉCNICOS E ECONÔMICOS DA REFORMA DE EUCALIPTAIS, 1987, Belo Horizonte. Anais ... Belo Horizonte: UFV/SIF, 1987.

REZENDE, J.L.P.; SOUZA, A.N.; OLIVEIRA, A.D. Estudo do momento ótimo de substituição de povoamentos de Eucalyptus spp: o caso do aumento das receitas. Rev. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 59, p.27-39, jun. 2001.

SILVA, A.A.L., Análise econômica da substituição de povoamentos de Eucalyptus spp. 1990. 109p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

SOUZA, A.N. Estudo econômico da reforma de povoamentos de Eucalyptus spp. – O caso do progresso tecnológico. 1999. 140p. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Lavras, Lavras.

STEINDL, J. Progresso técnico, distribuição e crescimento: progresso técnico e teoria econômica. São Paulo: Hucitec, 1980. 183p. (Economia e Planejamento, Série Técnica Contemporânea).




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981706