Avaliação nutricional de plantas de erva-mate atacadas e não-atacadas pelo Hedypathes betulinus (Klug, 1825).

Geedre Adriano Borsoi, Ervandil Corrêa Costa

Resumo


A pesquisa teve por objetivo avaliar e comparar os teores nutricionais de plantas de erva-      -mate, Ilex paraguariensis St. Hil., atacadas e não-atacadas pela broca-da-erva-mate Hedypathes betulinus (Klug, 1825) (Col.: Cerambycidae), para identificar possíveis desequilíbrios nutricionais no solo e nas folhas. A área amostrada está localizada no município de Catanduvas, SC. O erval estudado é homogêneo, com idade de 8 anos e densidade de 2.100 plantas/ha. As amostragens de folhas e de solo foram realizadas nos meses de fevereiro e abril de 1999. As amostras foram submetidas à análise química, em Laboratório de Análise Química. Foram interpretados os teores para cada elemento químico,  realizaram-se os testes de comparações de médias "t" e "f" e  o teste de homogeneidade de variâncias.  Observou-se que o solo apresenta teores considerados adequados de N e P, teores baixos de K, Ca e Mg e altos para S, B, Fe, Mn, Zn, Cu, Na, Al, Al+H, Ph e SMP, para a erva-mate. Já na análise foliar, as plantas apresentam teores considerados adequados de K, Ca, B, Zn e Na, teores baixos de P, Mn e S e altos de N, Mg, Fe, e Cu. Nessa análise, chamou a atenção, as altas concentrações de N e os baixos níveis de S no tecido foliar. O teste "t" registrou diferença significativa para o P do solo e de folhas e o teste "f", revelou o ferro do solo, como elemento químico com diferença significativa entre as médias das duas condições de plantas. O P e o Fe do solo e ainda, o K, S e Mn de folhas foram os elementos químicos que registraram heterogeneidade significativa de variâncias. Das variáveis estudadas, as plantas atacadas foram as que revelaram maior variação entre as médias.

Palavras-chave


<i>Ilex paraguariensis</i>, análise química, análise foliar, <i>Hedypathes betulinus</i>

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, R. C.; FLORCOVSKI, J. L.; GROES, M. V. et al. Efeito da aplicação de enxofre no solo para controle de ácaro rajado Tetranychus urticae (Koch, 1836) em feijoeiro Phaseolus vulgaris L.. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 16.; ENCONTRO NACIONAL DE FITOSSANITARISTAS, 7., 1997. Resumos..., Salvador: Sociedade Entomológica do Brasil, 1997. p.283.

ANDRADE, R. C.; ALMEIDA, C. L. L. M.; CALAFIORI, M. V. Influência da adubação fosfatada sobre os danos causados por vaquinha, Diabrotica speciosa (Germar, 1824) e na nodulação do feijoeiro, Phaseolus vulgaris L.. In: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENTOMOLOGIA, 16.; ENCONTRO NACIONAL DE FITOSSANITARISTAS, 7., 1997. Resumos..., Salvador: Sociedade Entomológica do Brasil, 1997. p.284.

CHABOUSSOU, F. Plantas doentes pelo uso de agrotóxicos: a teoria da trofobiose. 2. ed. Porto Alegre: L & PM, 1999. 272 p.

COMISSÃO DE FERTILIDADE DO SOLO - RS/SC. Recomendações de adubação e calagem para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 3. ed. Passo Fundo: SBCS - Núcleo Regional Sul, 1995. 224 p.

FOSSATI, L. C. Avaliação do estado nutricional e da produtividade de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) em função do sítio e da Dioicia. Curitiba: UFPR, 1997. 113p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Paraná, 1997.

LARA, F. M.. Princípios de resistência de plantas a insetos. São Paulo: ÍCONE, 1991. 336p.

MALAVOLTA, E.; HAAG, H. P.; MELO, F. A. F. et al. Nutrição mineral e adubação de plantas cultivadas. São Paulo: Pioneira, 1974. 752p.

MALAVOLTA, E.; KLIEMANN, H. J. Desordens nutricionais no cerrado. Piracicaba: Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato, 1989. 201p.

MALAVOLTA, E.; KLIEMANN, H. J. ABC da análise de solos e folhas: amostragem, interpretação e sugestões de adubação. São Paulo: Agronômica Ceres, 1992. 124p.

MARSCHNER, H. Mineral nutrition of higher plants. London: Academic Press, 1986. 647p.

MOSER, J. M. Solos. In: IBGE. Geografia do Brasil: Região Sul. Rio de Janeiro, 1990. v. 2, p. 85- 111.

NIMER, E. Clima. In: IBGE. Geografia do Brasil: Região Sul. Rio de Janeiro, 1990. v. 2, p. 151- 187.

PANIZZI, A. R.; PARRA, J. R. P. Ecologia nutricional de insetos e suas implicações no manejo de pragas. São Paulo: Malone, 1991. 359p.

PRIMAVESI, A. M. Manejo ecológico de pragas e doenças: técnicas alternativas para a produção agropecuária e defesa do meio ambiente. São Paulo: Nobel, 1994, 137p.

PRIMAVESI, A. M. Microorganismos e insetos do solo. In: REUNIÃO SUL-BRASILEIRA SOBRE PRAGAS DE SOLO, 6., 1997, Santa Maria. Anais e Ata... Santa Maria: UFSM, CCR, Departamento de Defesa Fitossanitária, 1997. 183p.. p.20-28.

RADOMSKI, M. J.; SUGAMOSTO, N. F. B.; CAMPIOLO, S. Avaliação dos teores de macro e micronutrientes em folhas jovens e velhas de erva-mate nativa. Revista do Instituto Florestal, São Paulo, v.4, pt.2, p.453-456, 1992.

REISSMANN, C. B. & PREVEDELLO, B. M. S. Influência da calagem no crescimento e na composição química foliar da erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.). Revista do Instituto Florestal, São Paulo, v.4, pt.2, p.625-629, 1992.

REISSMANN, C. B.; KOEHLER, C. W.; ROCHA, H. O. et al. Níveis foliares e exportação de micronutrientes pela exploração da erva-mate. In: CONGRESSO FLORESTAL DO PARANÁ, 1., 1987, Curitiba. Anais ... Curitiba, 1987. p.103-106.

SOARES, C. M. S.; IEDE, E. T. Perspectivas para o controle da broca da erva-mate (Hedypathes betulinus Klug. 1825 ) (Col. : Cerambycidae). In: CONGRESSO SUL-AMERICANO DA ERVA-MATE, 1.; e REUNIÃO TÉCNICA DO CONE SUL SOBRE A CULTURA DA ERVA-MATE, 2, 1997, Curitiba. Anais... Curitiba, 1997. p.391-400. (Documentos 33).

STORK, L.; LOPES, S. J. Experimentação II. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria, Centro de Ciências Rurais, Departamento de Fitotecnia, 1997. p.58-70.

TEDESCO, M.J.; VOLKWEISS, S.J.; BOHNEM, H. Análises de solo, plantas e outros materiais. 2. ed. Porto Alegre: UFRGS, Faculdade de Agronomia, Departamento de Solos, 1995. 197p.. 174p. (Boletim técnico, 5).




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981661