Produção de chapas de madeira compensada de cinco espécies de pinus tropicais.

Setsuo Iwakiri, Danielle Previdi Olandoski, Gabriela Leonhardt, Martha Andreia Brand

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar o potencial de utilização de 5 espécies de pinus tropicais para produção de painéis compensados. As espécies estudadas foram: Pinus caribaea, Pinus chiapensis, Pinus maximinoi, Pinus oocarpa, Pinus tecunumannii e Pinus taeda, sendo esta última espécie como testemunha. Foram produzidos compensados de 5 lâminas com resinas uréia-   -formaldeído e fenol-formaldeído. Os resultados de inchamento e recuperação em espessura foram estatisticamente iguais entre as espécies estudadas, com exceção para inchamento em espessura das chapas coladas com resina fenol-formaldeído. As chapas de Pinus maximinoi e Pinus oocarpa, apresentaram melhores resultados de módulos de elasticidade. Para o módulo de ruptura, as chapas de Pinus maxininoi, Pinus oocarpa e Pinus taeda, coladas com resina fenol-formaldeído, apresentaram valores estatisticamente superiores em relação às demais espécies. Quanto a resistência da linha de cola, as chapas de Pinus maximinoi, Pinus taeda e Pinus chiapensis, foram as que apresentaram melhor desempenho. Com base nos resultados gerais da pesquisa, pode-se destacar a potencialidade da madeira de Pinus maximinoi e Pinus oocarpa para produção de chapas de madeira compensada.


Palavras-chave


Pinus tropicais; compensados; resistência da linha de cola

Texto completo:

PDF

Referências


AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM D-805-63: Standard methods of testing veneer, plywood, and other glued veneer constructions. Philladelphia, 1971.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DE MADEIRA COMPENSADA E INDUSTRIALIZADA. Relatório estatístico. São Paulo, 1998.

BALDWIN, R.F. Plywood manufacturing practices. San Franacisco: Miller Freeman 1981. 326p.

BODIG, J.; JAYNE, B.A. Mechanins of wood and wood composites. New York: Van Nostrand Reinhold, 1982. 711p.

MARRA, A.A. Technology of wood bonding: principle in practice. New York: Van Nostrand Reinhold, 1992. 453p.

NOCK, H.P.; RICHTER, H.G. Adesão e adesivos. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 1978. 93p.

SELLERS JUNIOR, T. Plywood and adhesive technology. New York: Marcel Dekker, Inc, 1985. 661p.

TSOUMIS, G. Science and technology of wood: structure, properties and utilization. New York: Chapman & Hall, 1991. 494p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981656