EFEITO DO COBRE SOBRE O CRESCIMENTO E QUALIDADE DE MUDAS DE Stryphnodendron polyphyllum Mart. E Cassia multijuga Rich.

Rodrigo Ferreira da Silva, Evandro Luiz Missio, Ricardo Bemfica Steffen, Sidinei Wolnei Weirich, Cassiano Carlos Kuss, Douglas Leandro Scheid

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/1980509815730

A contaminação do solo com cobre tem se tornado comum em regiões de mineração e agrícolas pelo uso de fungicidas a base de cobre e aplicação de dejeto líquido de suíno ao solo, causando redução na produtividade das plantas. O trabalho objetivou determinar o efeito de doses de cobre no crescimento e qualidade de mudas de Barbatimão (Stryphnodendron polyphyllum Mart.) e Cássia (Cassia multijuga Rich.). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado num fatorial (2 x 4), sendo as duas espécies florestais, e quatro doses de cobre: 0; 150; 300 e 450 mg kg-1, com 10 repetições. Avaliou-se a altura de planta, diâmetro do colo, peso da matéria seca radicular e da parte aérea, comprimento e área superficial específica radicular, e os índices de qualidade de mudas: relação entre altura da parte aérea e diâmetro do coleto; altura da parte aérea e peso da matéria seca da parte aérea e o Índice de Qualidade de Dickson. Os resultados demonstram que as doses de cobre testadas não influenciam a qualidade de mudas da Cássia enquanto o Barbatimão mantém a qualidade de mudas até 300 mg kg-1 de cobre adicionado ao solo. O Barbatimão apresenta maior crescimento e qualidade de mudas que a Cássia em solo contaminado com cobre.


Palavras-chave


espécies florestais; metal pesado; Índice de Qualidade de Dickson

Texto completo:

PDF

Referências


ACCIOLY, A. M. A.; SIQUEIRA, J. O. Contaminação química e biorremediação do solo. In: NOVAES, R.F.; ALVAREZ, V.H.V.; SCHAEFER, C.E.G.R. Tópicos em Ciência do Solo. Viçosa: SBCS, 2000. p. 299-352.

BACKES, P.; IRGANG, B. Árvores do Sul: Guia de Identificação e Interesse Ecológico. 2. ed. Porto Alegre: Pallotti – Instituto Souza Cruz, 2002. 326 p.

BRISSETE, J. C.; BARNETT, T. D. Container Seedlings. In: Duryea, M.L.; Dougherty, P.M. (ed.) Forest regeneration manual. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers. 1991. p. 117-141.

CARNEIRO, J. G. A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR/FUPEF, 1995. 451 p.

CARNEIRO, M. A. C.; SIQUEIRA, J.O.; MOREIRA, F. M. DE S. Comportamento de espécies herbáceas em misturas de solo com diferentes graus de contaminação com metais pesados. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 37, n. 11. p. 1629 – 1638, nov. 2002.

CAMARGO, F. A. O. et al. Uso de microrganismos para a remediação de metais. Tópicos Especiais em Ciência do Solo, Viçosa, v .5, p. 467 – 496, 2007.

CHAIGNON, V.; HINSINGER, P. A Biotest for Evaluating Copper Bioavailability to Plants in a Contaminated Soil. Journal of Environmental Quality. Madison. v. 32, p. 824 – 833, May/June, 2003.

DICKSON, A.; LEAF, A. L.; HOSNER, J. F. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. The Forestry Chronicle, v. 36, n. 1, p.10 – 13, Mar., 1960.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Centro nacional de pesquisa de Solos (Rio de Janeiro) Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília: Embrapa Produção de Informação, 1999, 412 p.

FERREIRA, D. F. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Científica Symposium (Lavras), v. 6, n. 2, p. 36 - 41, jul. – dez., 2008.

FONSECA, E.; CRUZ, C. A. Efeito de diferentes níveis de saturação por bases no desenvolvimento e qualidade de mudas de ipê-roxo (Tebebuia impetiginosa (Mart.) Standley). Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 2, n. 66, p. 100-107, dez. 2004.

GARBISCU, C.; ALKORTA, L. Phytoextration: a cost effective plant – based technology for the removal of metals from the environment. Bioresource Technology, Essex, v. 77, p. 229 - 236, May 2001.

GRASSI FILHO, H. Cobre na planta. In: Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências Agronômicas. Departamento de Recursos Naturais. Ciência do Solo. Brasil. p. 1–4, 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2011.

GRAZZIOTTI, P. H. Comportamento de fungos ectomicorrízicos, Acácia mangium e espécies de Pinus e Eucaliptus em solo contaminado por metais pesados. 1999. 177 p. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1999.

JOHNSON, F. The use of chemicals to control root growth in container stock: a literature review. Ontario: Canadá. (OMNR, Northeast Science & Technology: TR-026). 20 p., abr., 1996. Disponível em: . Acesso em: 03 dez. 2011.

KABATA–PENDIAS, A.; PENDIAS, H. Trace elements in soils and plants. 3rd ed. Florida: CRC Press, 2001. 413 p.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil. 2. ed. Nova Odessa, Instituto Plantarum, 2002. v. 2, p. 202.

MARQUES, T. C. L. L. S. M.; MOREIRA, F. M. S.; SIQUEIRA, J. O. Crescimento e teores de metais em mudas de espécies arbóreas tropicais em solo contaminado com metais pesados. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 35, n. 1, p. 121-132, jan. 2000.

MEIRELLES, L. Os metais tóxicos e seus efeitos deletérios. 2004. Disponível em: . Acesso em: 05 dez. 2011.

MOHR, H.; SCHOPFER, R. Plant Physiology. Berlin: Springer-Verlog, 1995. 629 p.

MOREIRA, F. M. S.; SIQUEIRA, J. O. Microbiologia e bioquímica do solo. Lavras: Ed. UFLS, 2006. 625 p.

NACHTIGALL, G. R. et al. Copper concentration of vineyard soils as a function of pH variation and addition of poultry litter. Brazilian Archives of Biology and Technology, v. 50, p. 941-948, Nov. 2007. Disponível em: . Acesso em: 14 dez. 2011.

PAIVA, H. N. et al. Absorção de nutrientes por mudas de ipê roxo (Tabebuia impetiginosa) em solução nutritiva contaminada por cádmio. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 2. p. 189-197, mar./abr. 2004. Disponível em: . Acesso em: 14 dez. 2011.

PRALON, A. Z.; MARTINS, M. A. Utilização do resíduo industrial Ferkal na produção de mudas de Mimosa caelsalpinifolia, em estéril de extração de argila, inoculadas com fungos micorrízicas arbusculares e rizóbio. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 25, p. 55-63, abr. 2001.

RAMOS, S. J. et al. Uso do silício na redução da toxidez de zinco em mudas de eucalipto. Interciência, Asociación Interciencia. Venezuela. v. 34, n. 3, p. 189-194, mar. 2009. Disponível em: < http://redalyc.uaemex.mx/src/inicio/ArtPdfRed.jsp?iCve=33911542008>. Acesso em: 20 dez. 2011.

SILVA, R. F. et al. Influência da contaminação do solo por cobre no crescimento e qualidade de mudas de açoita-cavalo (Luehea divaricata Mart. & Zucc.) e aroeira-vermelha (Schinus therebinthifolius Raddi). Revista Ciência Florestal, Santa Maria, v. 21, n. 1, p. 111-118, jan./mar. 2011.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia Vegetal. Artmed, 3 ed. Porto Alegre, Brasil. 2004. p. 95-113.

TENNANT, D. A. Test of a modified line intersect method of estimating root lengh. Journal of Ecology. v. 63, n. 3, p. 995-1001,Nov., 1975.

TER BRAAK, C. J. F.; SMILAUER, P. CANOCO reference manual and user’s guide to Canoco for Windows: Software for canonical community ordination (version 4). New York: Microcomputer Power, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509815730