Estratégias de modelagem na análise de experimentos em delineamento de blocos aumentados em testes clonais de Eucalyptus spp.

Paulo Eduardo Rodrigues Prado, Flávia Maria Avelar Gonçalves, Magno Antonio Patto Ramalho, José Airton Rodrigues Nunes, Cristiane Aparecida Fioravante Reis, José Luis Lima

Resumo


 

http://dx.doi.org/10.5902/1980509810546

O presente trabalho foi realizado com o objetivo de comparar estratégias de análises de experimentos considerando um grande número de clones e um número reduzido de mudas a serem avaliadas. Foram analisados dados da circunferência a altura do peito de duas épocas de avaliação, aos 30 e 90 meses, de um teste clonal de eucalipto em três locais. Os experimentos foram conduzidos no delineamento de blocos aumentados, com 400 clones regulares distribuídos em 20 blocos e com quatro clones comuns (testemunhas). A parcela foi constituída de cinco plantas no espaçamento 3 x 3 metros. Foram realizadas as análises estatísticas individuais por local e época, a conjunta de locais por época e a conjunta envolvendo os três locais e as duas épocas. Cada uma das análises foi realizada de acordo com dois modelos: blocos aumentados (DBA) e entre e dentro (ED). Foram estimados os componentes de variância, as herdabilidades, a correlação de Spearman na classificação dos clones e os índices de coincidência na seleção dos clones. Constatou-se que as análises em DBA e as análises ED fornecem resultados semelhantes na avaliação de clones de eucalipto. Os índices de coincidência entre os dois modelos na seleção dos clones, de maneira geral, foram altos, apresentando valores de 100% nas análises conjuntas de locais aos 90 meses. As estimativas das correlações de Spearman foram concordantes com os índices de coincidência. Verificou-se, também, que a interação clones x épocas foi expressiva e que os índices de coincidência na seleção dos clones aos 30 meses e aos 90 meses, nas análises conjuntas de locais, foram da ordem de 42% no ED e 47% no DBA, quando considerada uma intensidade de seleção de 5%.


Palavras-chave


parâmetros genéticos; modelo entre e dentro; experimentação; índice de coincidência

Texto completo:

PDF

Referências


BEARZOTI, E. et al. Comparação entre métodos estatísticos de avaliação de clones de batata em um programa de melhoramento de batata. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 32, n. 9, p. 877-884, set. 1997.

BRUZI, A. T. Aplicações da análise de modelos mistos em programas de seleção recorrente do feijoeiro comum. 2008. 73 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.

COSTA, R. R. G. F. Performance dos indivíduos nos testes de progênies e os respectivos clones de eucalipto. 2008. 66 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.

DUARTE, J. B. et al. Estimação e predição por modelo linear misto com ênfase na ordenação de médias de tratamentos genéticos. Scientia Agricola, Piracicaba, v. 58, n. 1, p. 109-117, jan./mar. 2001.

FEDERER, W. T. Augmented (hoonuiaku) designs. Hawaiiwan Planters’ Record, Aica, v. 55, p. 191-208, Jan. 1956.

FEDERER, W. T. et al. SAS code for recovering intereffect information in experiments with incomplete block and lattice rectangle designs. Agronomy Journal, v. 90, p. 545-551, June 1998.

GARCIA, C. H. Tabelas para classificação do coeficiente de variação. IPEF, Piracicaba. 1989. 12 f.

GONÇALVES, F. M. A. et al. Progresso genético por meio da seleção de clones de eucalipto em plantios comerciais. Revista Árvore, Viçosa, v. 25, n. 3, p. 295-301, jul./set. 2001.

HAMBLIN, J. E. et al. Breeding common bean for yield in mixtures. Plant Breeding Reviews, New York, v. 4, n. 8, p. 245-272, Aug. 1986.

KNAPP, R. J. et al. Exact confidence intervals for heritability on a progenie mean basis. Crop Science, Madison, v. 25, n. 1, p. 192-194, Jan./Feb. 1985.

LIMA, J. L. et al. Early selection of parents and trees in Eucalyptus full-sib progeny tests. Crop Breeding and Applied Biotechnology, Viçosa, v.11, n.1, p.10-16, Jan/Mar. 2011

NUNES, G. H. S. et al. Implicações da interação genótipos x ambientes na seleção de clones de eucalipto. Revista Cerne, Lavras, v. 8, n. 1, p. 49-58, jan. 2002.

PETERNELLI, L. A. et al. Delineamentos aumentados no melhoramento de plantas em condições de restrições de recursos. Ciência Rural, Santa Maria, v. 39, n. 9, p. 2425-2430, dez. 2009.

R DEVELOPMENT CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, 2009.

RESENDE, M. D. V. Matemática e estatística na análise de experimentos e o melhoramento genético. Colombo, Brasil: Embrapa Florestas, 2007. 561 p.

RESENDE, M. D. V et al.. Precisão e controle de qualidade em experimentos de avaliação de cultivares. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 37, n. 3, p. 182-194, set. 2007.

SANTOS, A. H. et al. Simulation of mixed models in augmented block design. Scientia Agricola, v.59, n.3, p.483-489, jul./set.2002.

SOUZA, E. A. de et al. Experimental alternatives for evaluation of progenies and clones in eucalyptus breeding programs. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 4, p. 427-434, jul./ago. 2003.

VENCOVSKY, R. Herança quantitativa. In: PATERNIANI, E.; VIEGAS, G. P. (Ed). Melhoramento e produção de milho. 2. ed. Campinas: Fundação Cargil, 1987. v. 1. 795 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509810546