Histórico do periódico

Contemporânea - Revista do PPGART/UFSM,  anteriormente em formato impresso, ressurge online a partir do imperativo da transferência do conhecimento e ao objetivar a democratização da pesquisa artística e científica, otimiza a distribuição e atende as demandas de sustentabilidade ambiental e do sistema open access.

 

Foi em 2016 que o Programa de Pós-graduação em Artes Visuais da Universidade Federal de Santa Maria visualizou a importância da produção do conhecimento eletrônico. Vários são os aspectos positivos que as revistas eletrônicas oferecem à comunidade acadêmica e científica, como o caráter imediato do seu acesso, sua disponibilidade ilimitada, entre outros não menos importantes e, fundamentalmente, o Open Access. Como se sabe, a iniciativa do Open Access encontra os seus princípios na concentração e partilha dos pontos em comum em uma comunidade científica, no aproveitamento dos custos não muito altos da publicação de investigações de todo tipo de pesquisadores e na sua configuração de uma diversidade de usuários, ou seja de autores(as) e leitores(as) de distintos contextos (MEHREZI, 2010).

 

Nesse sentido, a Revista Contemporânea compartilha o princípio de que o documento de conhecimento não é um objeto estável, o que quer dizer que é um objeto ativo, dentro de uma lógica de difusão múltipla e maleável no que se refere também a sua disponibilidade.Inserida no contexto da arte contemporânea, a Revista Contemporânea estará enfatizando as relações imagéticas e narrativas da pesquisa plástica, o que com certeza contribuirá para a pesquisa em artes visuais.

MEHREZI, Moncef. Lesrevuesélectroniquesscientifiques: stratégieséditoriales et médiation de l’information. Sciences de l’Homme et Société. Université Michel de Montaigne - Bordeaux III, 2010.